Arquivo: Blog

Logística farmacêutica: desafios na terceirização
Logística farmacêutica: desafios na terceirização

Logística farmacêutica faz o controle eficiente de toda a distribuição de medicamentos, armazenamento e custos associados.

Percebemos um crescimento promissor da indústria farmacêutica no Brasil. De acordo com o Sindicato das indústrias farmacêuticas (Sindusfarma), somente em 2017, o setor faturou mais de R$ 57 bilhões. Parte desse lucro se dá por uma logística farmacêutica bem estruturada.

Aqui, buscamos listar alguns desafios comuns na terceirização do serviço. Com isso, é possível prevê-los também no seu planejamento e buscar as saídas mais eficientes:

Redução dos custos operacionais

Também de acordo com o Sindusfarma, 80% das farmácias brasileiras são de pequeno e médio porte. Essas empresas necessitam de entregas menores, que nem sempre são feitas em tempo hábil.

A logística na indústria farmacêutica não pode se mostrar resistente ao atendimento dessas empresas. Com isso, é importante reduzir um pouco mais os custos operacionais, mantendo a qualidade dos serviços para ter uma maior abrangência de atendimento.

A melhor solução para os sistemas de distribuição de medicamentos que atendem pequenas demandas é desenvolvendo soluções mais customizadas, possibilitando o atendimento de todos os seus clientes.

Aquisição de licenças e certificados

Assim como todo setor ligado à saúde, empresas de transporte de medicamentos precisam de licenças e certificados de funcionamento. A maioria deles é obtido junto à Anvisa. Como cliente, é preciso se certificar que o transporte de medicamentos refrigerados, por exemplo, é feito completamente dentro das normas da agência.

Empresas de distribuição de medicamentos precisam de pessoal capacitado para manipulação de insumos. É preciso ter uma maior flexibilidade e agilidade nos processos, assim como atenção quanto aos cuidados com assepsia individual e vestuário.

Otimização das operações

É importante observar que muitos problemas com logística farmacêutica estão relacionados ao atendimento.  Temos, muitas vezes, o transporte de medicamentos controlados feito sem nenhuma otimização. As exigências da Anvisa são deixadas de lado, resultando no extravio dos insumos durante o trajeto até o cliente.

Por isso, o transporte de Medicamentos precisa ser feito sempre com gerenciamento de risco, para evitar erros durante a operação e perda de produtos.

Está pensando em terceirizar sua logística farmacêutica? Conheça a RV Ímola.

Empresa de logística em São Paulo especializada em distribuição farmacêutica. Nossa frota conta com carros refrigerados e também realizamos a armazenagem e logística de seus insumos. Contamos também com uma equipe especializada, responsável por cuidar de todos os processos da melhor e mais ágil maneira. Para saber mais, entre em contato conosco.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Transporte de Medicamentos: regras da Anvisa
Transporte de Medicamentos: regras da Anvisa

Transporte de Medicamentos, comuns ou controlados, precisa ser feito dentro de algumas regras da Anvisa.

Os cuidados diferenciados no transporte de medicamentos devem seguir o padrão da agência reguladora para garantir a qualidade dos insumos. É preciso pensar em acondicionamento, na frota que realizará o serviço e, principalmente, nos riscos de extravio por má condução ou empacotamento. Veja quais são as principais regras da Anvisa:

Autorização para realizar o transporte medicamentos refrigerados

Todas as empresas de transporte de medicamentos precisam do AFE – Autorização de Funcionamento de Empresa. Essa concessão permite a distribuição de medicamentos comuns. Para quem precisa realizar o transporte de medicamentos controlados, a autorização é outra. Nesse caso, a agência libera a AE – Autorização Especial.

 

Criação de um manual de boas práticas de transporte e logística farmacêutica

Os sistemas de distribuição de medicamentos exigem práticas de boas maneiras, como informações sobre os processos internos das empresas de distribuição medicamentos. Informações sobre como os medicamentos são manuseados, conservados e transportados são fundamentais para o cliente. Com isso, a Anvisa também regulamenta a criação desse documento. Dessa forma, a logística de medicamentos é feita com o menor risco possível e totalmente dentro das legislações atuais.

Distribuição farmacêutica sempre em transporte refrigerado

As empresas de armazenagem e logística hospitalar precisam de uma frota completamente dentro das normas da Anvisa. O transporte dos medicamentos deve ser realizado em veículos refrigerados, com baús isotérmicos e com temperatura entre 2 e 8 graus. Além de soluções em logística para transporte de insumos, ainda garante o gerenciamento de risco, reduzindo o extravio e, consequentemente, o aumento de custo por produto.

 

Manipulação feita em condições totais de higiene

Todos os envolvidos no transporte dos insumos, precisam estar completamente higienizados, com equipamentos padrões de manipulação e desinfecção. A logística hospitalar precisa ser bastante criteriosa nesses quesitos. O comprometimento dos medicamentos pode causar a perda dos insumos e contaminação de pacientes ou funcionários (médicos, enfermeiros, etc.).

Como se percebe, as regras da Anvisa para transporte de medicamentos são bastantes específicas. Por isso, poder contar com uma empresa de gestão de suprimentos e logística hospitalar responsável pelo cumprimento de tais normas é imprescindível, além de evitar também multas e contratempos.

A RV Ímola é uma empresa de logística em São Paulo, com equipe especializada em gestão de medicamentos e logística de farmácia que faz todo transporte de insumos com segurança e dentro das normativas da Anvisa. Entre em contato e conheça mais.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística Hospitalar: saiba o que é e como funciona
Logística Hospitalar: saiba o que é e como funciona

Logística hospitalar possibilita o gerenciamento de todo o fluxo dos recursos materiais da sua empresa com o melhor custo-benefício.

O hospital promove uma melhor movimentação (entrada e saída) de materiais, melhora os recursos financeiros e administra o uso destes, de forma mais assertiva, entre as equipes. Mesmo com tantos benefícios, há ainda muitas dúvidas sobre a importância dos serviços da logística hospitalar. Por esse motivo, procuramos elencar aqui as principais objeções sobre o assunto, a fim de que se compreenda a importância de se contratar uma empresa de logística hospitalar.

Logística e gestão hospitalar: o que é?

De forma resumida, a logística hospitalar garante, através de procedimentos estratégicos para a gestão e armazenagem de medicamentos, mais segurança para os funcionários e clientes do hospital, já que o sistema de logística tem por base princípios científicos, legais e técnicos. Em outras palavras, a logística hospitalar é uma prestação de serviços essencial para a redução de custos e a otimização da produção da organização.

Principais vantagens de fazer uma gestão de suprimentos e logística hospitalar

Evitar os desperdícios no transporte de medicamentos, certamente é uma das principais vantagens de fazer a logística e gestão hospitalar. Contudo, temos ainda outras questões consideráveis:

Transporte de medicamentos refrigerados – Assegura controle maior, em relação ao vencimento do produto e mantém melhor controle aos extravios de insumos;

Sistemas de distribuição de medicamentos eficiente – Todos os medicamentos são distribuídos de forma estratégica;

Gerenciamento de Risco – A logística integrada permite que riscos sejam gerenciados sem promover crise no ambiente hospitalar;

Logística de Farmácia – Há um controle de entrada e saída de medicamentos, feito por lote, data de validade e outros dados relevantes.

Por que terceirizar a gestão logística?

Conforme observado, para garantia e eficácia, uma empresa de logística hospitalar pode ajudar bastante na redução dos desperdícios e custos do hospital ou clínica. As principais iniciativas que auxiliam em uma logística hospitalar e controle de estoque mais eficiente são:

  • empresas de armazenagem de medicamentos e logística hospitalar controlam a quantidade certa de pedidos, por meio da automatização de todo o armazenamento, evitando que medicamentos percam a sua validade ou que faltem insumos porque o estoque não foi o suficiente para o período.
  • As empresas de transporte de medicamentos passam a fazer o rastreio de todo material hospitalar, evitando, assim, desperdícios e gastos desnecessários;
  • A logística reversa também é feita pensando no descarte dos insumos. Todo o lixo hospitalar é destinado de forma adequada, sem risco de contaminação de águas e solos;
  • Além disso todos os resultados são mensurados, de forma que a logística seja constantemente atualizada.

Agora que você já entendeu mais sobre a tecnologia em gestão hospitalar e a importância de uma consultoria em logística, chegou o momento de aplicar as técnicas na sua empresa.

A RV Ímola é uma empresa de logística em São Paulo, especializada em transporte de medicamentos controlados e distribuição farmacêutica. Contamos com transporte refrigerado, armazenagem e logística e uma equipe especializada, que cuida de todos os processos de maneira bastante otimizada. Para saber mais, entre em contato conosco.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Gestão Logística Hospitalar: estoque de farmácia
Gestão Logística Hospitalar: estoque de farmácia

Gestão Logística Hospitalar, quando realizada de maneira planejada, é a principal responsável por assegurar melhorias relevantes e o aumento de receita.

Diante disso, planejar o estoque para garantir um gerenciamento mais assertivo é de extrema importância dentro de uma administração, já que a organização dos medicamentos é peça-chave da gestão logística hospitalar, garantindo redução de falhas e, consequentemente, melhores resultados.

De acordo com pesquisas realizadas pela Anahp – Associação Nacional dos Hospitais Privados, somente no último ano, estima-se que, pelo menos, 11% das despesas dentro das instituições de saúde no Brasil são por falta de uma logística farmacêutica eficiente. E o principal desafio observado, no que diz respeito às farmácias, é a garantia de produtos para o momento certo, na hora certa, em menor espaço possível de aproveitamento. Ao que tudo indica, a falta de ferramentas adequadas para assegurar controle e movimentação desses produtos são um dos principais fatores que implicam neste processo.

É importante ressaltar que a utilização de recursos adequados minimiza desequilíbrios no armazenamento e possíveis interrupções de atividades. Por isso, algumas normas e padrões devem ser estabelecidos para garantir não somente a especificação e a qualidade dos medicamentos e insumos, como também a segurança do paciente.

Embora os custos de manutenção dos estoques sejam altos no Brasil, medidas simples podem auxiliar na manutenção dos custos dentro do orçamento. A RV Ímola, empresa especializada em logística hospitalar e logística farmacêutica, selecionou algumas dicas para você:

Planejamento de estoque – esta etapa é fundamental para melhoria de receita, já que possibilita, de maneira mais clara, a avaliação de todas as necessidades da instituição, eliminando possíveis déficits que possam comprometer o desempenho do gerenciamento do estoque.

Abastecimento de farmácia – é importante a manutenção de dados atualizados, tais como: catálogos de preços e fornecedores, certificações, condições de compra e pagamento, prazos de entrega, entre outros detalhes. Estudar a demanda de toda a cadeia, desde a compra até a sua distribuição, é a melhor forma de garantir uma logística de medicamentos mais eficaz e assertiva.

Execução do projeto – esta demanda envolve realização de pedidos e recebimento da compra. Nesta fase, é importante avaliar o sistema de controle, o espaço para armazenagem, assim como todos os mecanismos envolvidos no agendamento de compras e recebimentos de produtos.

Distribuição dos materiais e insumos – a distribuição possui uma série de etapas: implementação de pedidos, rótulos e embalagens, registro dos produtos e, por fim, a distribuição. Organizar esta cadeia é imprescindível para a garantia de entrega ágil e eficaz.

É importante observar também que a logística na indústria farmacêutica requer padronização de medicamentos, informações de fornecedores, controle da Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, entre outros. Por isso, a importância de uma administração efetiva, a fim de minimizar problemas relacionados à desabastecimento, assegurando o acesso dos usuários aos medicamentos com mais segurança. E é justamente daí que nasce a necessidade da escolha de um parceiro logístico ideal para um tipo de atividade que inspira tantos cuidados.

Uma empresa de armazenagem e logística hospitalar é fundamental para garantir planejamento, implementação e controle de fluxo, assegurando abastecimento e resultados mais satisfatórios, e agregando valor à gestão hospitalar.

A RV Ímola, empresa especializada também em transporte de medicamentos, entende bem desses cuidados. Por este motivo, oferece total infraestrutura desde a tomada de pedido até a sua distribuição, com uma equipe altamente capacitada para prestar o melhor atendimento.

Para saber mais, entre em contato com a gente.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Gestão in house: tendência para a realidade hospitalar
Gestão in house: tendência para a realidade hospitalar

Gestão in house é um conceito atribuído à operação logística dentro da própria organização, possibilitando redução de custos operacionais e foco no core business.

Mas, a definição de gestão in house, que compreende toda cadeia de movimentação e armazenagem in loco, está muito além da atribuição das operações internas a uma empresa terceirizada. Por se tratar de uma tendência no mercado logístico, a atividade é uma forma de garantir melhorias constantes na prestação de serviços que conta com o apoio de mão de obra totalmente especializada.

Embora a opção possa trazer grandes benefícios para a organização, é importante, antes da seleção do parceiro logístico, entender que a mão de obra qualificada é uma das formas mais importantes de manutenção de eficiência e obtenção de ganhos nos processos existentes.  Um outro cuidado essencial que deve ser observado também é que a terceirização desta atividade precisa ser vista como forma de assegurar valor para a operação e não custo, a fim de que se obtenham resultados mais satisfatórios.

Principais vantagens da Gestão de Logística Hospitalar dentro da organização

A gestão in house requer um nível de complexidade um pouco maior, se comparado aos demais processos, já que a atividade é realizada por prestadores de serviços que possuem qualificações para o cargo atribuído, porém com algumas competências adicionais.

Outro fator relevante é que estar dentro do espaço do cliente é uma maneira de aprender e respeitar um pouco mais sobre as políticas e valores da organização. Quando a gestão logística ocorre in loco as possibilidades de interação e aprofundamento nos processos são bem maiores. Erros e acertos ficam mais evidentes, e as possibilidades de correções são mais altas e assertivas. Além disso as atividades dentro da empresa se tornam também mais dinâmicas, tendo em vista que as movimentações internas possuem melhor comunicação com as atividades-fim entre o prestador de serviços e o cliente final no processo de produção (conferência, armazenagem, abastecimento, etc.); sem falar na otimização de custos que a iniciativa promove, flexibilidade e agilidade na adaptação às necessidades do cliente.

Um outro benefício para a empresa contratante é a despreocupação com manutenção de equipamentos, estruturas da armazenagem, qualificação de colaboradores, podendo substituir custos fixos por custos variáveis, fora o atendimento personalizado.

A logística hospitalar in loco vem sendo adotada por grandes organizações que conhecem, respeitam e entendem a eficiência do processo.

Se a sua empresa quer se tornar case de sucesso, por meio do bom atendimento, da redução de despesas, foco no core business e melhor produtividade, conte com serviços especializados de empresas de armazenagem e logística hospitalar. Ainda tem dúvida? Baixe nosso e-book, clicando aqui, e saiba como escolher com segurança um parceiro para terceirizar a gestão logística do seu hospital.

A RV Ímola é uma companhia que está presente no mercado há mais de uma década oferecendo serviços completos para a cadeia logística, com serviços especializados em armazenagem, gestão in house, distribuição e transporte. Para saber mais, entre em contato com a gente.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística Hospitalar: entenda
Logística Hospitalar: entenda

Logística hospitalar é um importante passo a ser dado por quem pretende manter uma gestão mais eficiente.

Isso porque, o gerenciamento de insumos e medicamentos dentro das unidades hospitalares e centros de distribuições vai muito além da realização de pedidos, controle e organização dos materiais nas prateleiras. A cadeia que envolve a armazenagem desses tipos de materiais exige cuidados minuciosos para a garantia de qualidade, segurança e eficiência nos processos. E isso só uma logística hospitalar é capaz de proporcionar.

Para que se compreenda de que maneira a gestão de logística hospitalar pode assegurar mais tranquilidade e confiança a esta cadeia, é preciso, antes de tudo, se conscientizar que embora seja uma atividade recente, aqui no Brasil, a logística de medicamentos já configura novos entendimentos no que tange à realidade hospitalar tanto para a redução de desperdícios quanto para a garantia de consumo consciente. Em suma, a coordenação desses cuidados, quando realizada com mais assertividade, desencadeia uma série de benefícios, tais como: setor mais produtivo e econômico; garantia de mais agilidade e eficiência nos processos de compra; controle em tempo real dos estoques; diminuição dos erros de administração de insumos e medicamentos; garantia de mais assertividade e segurança aos gestores, bem como toda a equipe envolvida nos processos, e, consequentemente, aumento de receitas.

Mas, afinal, como assegurar gestão e logística hospitalar mais eficaz? É possível?

Sim. E você verá que isso pode acontecer seguindo cinco passos. São eles:

  1. Automatização do armazenamento e controle de todas as etapas

Esta ação é fundamental para garantir produtos na quantidade certa, evitando, assim, desperdícios, em caso de perda de validade, ou falta de insumos e medicamentos, por não ter realizado o pedido em período correto. Quando o processo é automatizado, o controle do estoque é mais seguro e confiável.

  1. Separação de medicamentos com serialização

Uma outra etapa fundamental é a customização de embalagens que possibilitam administração conforme dose indicada para cada paciente. A iniciativa promove ao usuário o recebimento da dose certa, minimizando, assim sobras e desperdícios.

  1. Rastreio de medicamentos e materiais hospitalares

Conforme já mencionado no post, o processo de automatização confere maior segurança e controle de estoque. E quando esta etapa é acompanhada por rastreio, via código de barras dos materiais, o nível de confiança só tende a aumentar. Realizar o acompanhamento do transporte de medicamentos, desde a sua saída até a entrada nos centros de distribuições é de extrema importância para controle de estoque, eficiência na administração e práticas mais assertivas na gestão em ações de recall.

  1. Aposta em logística reversa para preservação do meio ambiente

Se descartados em lixos comuns ou esgotos, os medicamentos podem contaminar águas e solos, por conta dos seus componentes químicos, podendo desencadear intoxicação tanto nos seres humanos quantos nos animais. Quando os produtos vencidos ou em desuso recebem destinação final ambientalmente adequada, além de estar ajudando o meio ambiente, sua gestão contribuirá para melhor qualidade de vida, evitando, assim internações e acompanhamentos desnecessários.

  1. Mensuração de resultados

Realizar o mapeamento do fluxo, acompanhar os indicadores, entre outras ações de métricas são imprescindíveis para gestão logística hospitalar mais eficiente, controle de estoque e acompanhamento de demandas de cada unidade. Essa etapa possibilita resultados muito mais eficazes.

E, caso queira informações mais detalhadas sobre como tornar a logística hospitalar mais confiável e assertiva, clique aqui e baixe nosso e-book.

RV Ímola, há 16 anos no mercado, tem total expertise em gestão hospitalar e logística na indústria farmacêutica. CERTIFICADA como uma das empresas Top Transporte 2018, a companhia possui ótimas referências, justamente por conta de um árduo trabalho desenvolvido com excelência no setor da saúde.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Transporte de medicamentos: entenda particularidades
Transporte de medicamentos: entenda particularidades

Transporte de medicamentos é um tipo de atividade que requer muitos cuidados, a fim de não comprometer a qualidade da carga.

Isso porque, antes de chegar às prateleiras, o transporte de medicamentos tende a percorrer longos caminhos sujeitos à condições não controladas, o que implica em algumas exigências que, geralmente, não costumam acontecer com produtos usuais. Por esse motivo, selecionamos aqui algumas dicas essenciais para garantir um transporte mais seguro e eficaz. Confira:

Regulamentações para o transporte de medicamentos

Em tese, não há lei específica que regulamenta o transporte de medicamentos, mas existem normas e fiscalizações que precisam ser cumpridas, a fim de garantir que a segurança da logística de medicamentos atenda às conformidades. E a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é um dos órgãos responsáveis por essas conformidades. As orientações podem ser encontradas no Manual de Boas Práticas no Transporte de Medicamentos, que tem por objetivo orientar operadores logísticos e transportadoras, em relação às condições adequadas de armazenamento, de acondicionamento, de movimentação e de distribuição.

Ainda segundo a Anvisa, os principais cuidados que precisam ser observados, tanto no período que antecede o transporte de medicamentos, quanto o período do trajeto são:

Gestão da armazenagem – Ou seja, a garantia de qualidade dos produtos começa bem antes do transporte. Essa etapa é fundamental para garantir uma logística de medicamentos mais eficaz. Os cuidados com o estoque e armazenagem são de extrema importância. Do contrário, todo o esforço empregado será em vão.

Equipe profissional e regulamentada – Sem dúvidas, o transporte de medicamentos deve contar com um farmacêutico que possua Certificado de Regularidade do Conselho Regional de Farmácia — documento de extrema importância exigido pela Anvisa – que assegura o exercício da atividade.

O especialista será responsável pela inspeção das condições dos medicamentos para o transporte, como conservação, acondicionamento, higiene, além de outros elementos que possam interferir na segurança da distribuição.

Processo de Embalagem – Para evitar transtornos, é imprescindível que haja atenção especial com as embalagens. Recomenda-se caixas adequadas e que sejam proporcionais ao tamanho do espaço, a fim de evitar riscos de rompimento. Além disso, acondicionar o material em caixas apropriadas é muito importante para manutenção da temperatura, como o caso das caixas de isopor, por exemplo.

Outros cuidados necessários para garantir uma logística de medicamentos mais segura são os planejamentos de rotas e rastreamento de cargas, sendo este último imprescindível para monitoramento da carga. Em caso de roubos, falhas operacionais com o veículo ou extravio dos produtos, a central de monitoramento consegue acompanhar, em tempo real, todo o percurso, propondo iniciativas rápidas e assertivas para sanar possíveis problemas.

Para garantir que todas as exigências sejam cumpridas e que a logística na indústria farmacêutica seja eficaz, conte com os serviços de uma empresa de transporte de medicamentos especializada no assunto.

A RV Ímola é uma das empresas de distribuição medicamentos mais confiáveis do mercado. Com um time de especialistas, moderna infraestrutura e tecnologia de ponta nos processos, a organização oferece os melhores serviços do mercado, no que diz respeito à logística hospitalar controle de estoque e no transporte de medicamentos. Para saber mais, entre em contato com a gente!

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Gestão de Logística hospitalar: dicas
Gestão de Logística hospitalar: dicas

Gestão de Logística Hospitalar é uma atividade que requer atenção mais do que especial, principalmente quando os cuidados envolvem transporte e armazenagem de medicamentos.

O controle de cada setor envolvido no processo de distribuição, recebimento e armazenagem de insumos e medicamentos deve ser feito de forma rigorosa, e isso já se sabe. Mas a “novidade”, no que diz respeito à gestão de logística hospitalar, é a forma com que esses processos são conduzidos.  A manutenção da qualidade para redução de desperdícios, etapa simples, mas que exige atenção, ainda deixa muito a desejar. Para que isso não ocorra, listamos abaixo algumas medidas que podem tornar a logística e gestão hospitalar muito mais segura e eficiente para otimização dos processos:

 

Entrada de Materiais

As etapas que incluem o recebimento, que vão desde a entrada de materiais, conferência dos produtos e regularização, até o cadastramento das informações, precisam acontecer de forma detalhada para que não haja divergências. É importante verificar todo o processo de compra, tais como: conferência da Nota Fiscal Eletrônica, se a compra foi autorizada em prazo posterior à data limite de entrega, entre outros. Caso as informações estejam incoerentes junto às que constam em cláusulas contratuais, a recusa do produto deve acontecer imediatamente, e as informações sobre os motivos devem ser inseridas em sistema. Estando tudo em ordem, o recebimento deve prosseguir normalmente e todos os dados devem ser atualizados no sistema de compras.

 

Processo de conferência

O processo de conferência do material é importante que aconteça de duas maneiras: conferência quantitativa e conferência qualitativa. Na forma quantitativa, verifica-se a quantidade de material recebido e se está de acordo com a quantidade de material faturado, além de pesagem, volume, etc.  E, em seguida, ocorre-se a recontagem que servirá também para ratificar informações.

Na etapa qualitativa, uma inspeção técnica é realizada para garantir a qualidade e adequação do material com as condições acordadas. Para que a inspeção seja qualitativa, alguns conceitos devem ser levados em consideração, como: análise das características dimensionais e restrições de especificação.

 

Local de armazenagem

Para que o armazenamento ocorra de forma mais eficiente, é importante, inicialmente, considerar os tipos das cargas (frágeis, inflamáveis, tóxicas, radiativa, pesada), quais serão os níveis de armazenamento, que tipo de estruturas para armazenagem serão precisas e como se dará o mecanismo a ser utilizado no processo que envolve a armazenagem.

Após esta etapa, é importante avaliar a acomodação desses materiais, observando tamanho, peso, se precisará de coberturas extras ou não, etc. Importante verificar também meios que possam facilitar as operações de movimentação e estocagem, procurando explorar todos os recursos tecnológicos que facilitam a localização e otimização dos materiais, como sistemas de endereçamento, entre outros. A RV Ímola, por exemplo, possui um equipamento de armazenagem vertical que facilita a acomodação e o picking dos produtos, chamado Logimat, da fabricante SSI Shaefer. Ele possui tecnologia de última geração e tem como objetivo aumentar ainda mais o desempenho das operações com itens como medicamentos e insumos para saúde, gerando economia de espaço e mais ergonomia e segurança. O Logimat possui dez metros de altura por quatro de comprimento, pode armazenar mais de 2 mil itens e suas funções são acessadas por meio de um painel touch screen.

 

Viu como a logística hospitalar deve estar sob responsabilidade de quem realmente entende do assunto? A RV Ímola, que é uma empresa de Armazenagem e Logística Hospitalar renomada, também tem total expertise quando o assunto é Logística de Medicamentos e Transporte de Medicamentos. CERTIFICADA como uma das empresas Top Transporte 2018, a companhia possui ótimas referências, justamente por conta de um árduo trabalho desenvolvido com excelência, no setor de Logística Hospitalar e Farmacêutica, além do controle de estoque.

Para saber mais, entre em contato com a gente.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

RV Ímola investe em moderno sistema de armazenagem vertical
RV Ímola investe em moderno sistema de armazenagem vertical

Como um dos principais investimentos em tecnologia e inovação no ano, a RV Ímola, operador logístico especializado no atendimento ao setor da saúde, adquiriu recentemente um equipamento Logimat, da fabricante SSI Schaefer. Trata-se de um sistema de armazenagem vertical que facilita a acomodação e o picking dos produtos.

O equipamento, importado da Alemanha, possui tecnologia de última geração e seu objetivo é aumentar ainda mais o desempenho das operações com itens como medicamentos e insumos para saúde, gerando economia de espaço e mais ergonomia e segurança. O Logimat possui dez metros de altura por quatro de comprimento, pode armazenar mais de 2 mil itens e suas funções são acessadas por meio de um painel touch screen.

Assista o vídeo e confira os novos recursos disponíveis em sua unidade matriz.

Empresas de Armazenagem e Logística Hospitalar ajudam na redução de fraudes
Empresas de Armazenagem e Logística Hospitalar ajudam na redução de fraudes

Empresas de armazenagem e logística hospitalar são importantes aliadas no combate às fraudes e aos desperdícios da gestão hospitalar.

Isto porque, o combate à fraude tem desafiado, diariamente, a gestão de clínicas e hospitais, sobretudo na saúde pública, que são as maiores vitimas de irregularidades. Nesse cenário, as empresas de armazenagem e logística hospitalar têm sido essenciais para um gerenciamento mais transparente e estratégico.

Há pouco tempo, um relatório divulgado pela “Strength in Unity: The promise of global standards in the healthcare industry” (Força na Unidade: A promessa de padrões globais na indústria de saúde, em tradução livre), revelou que as perdas ou danos com medicamentos já somam US$ 51 bilhões por ano, em todo o mundo. A informação foi publicada pelo portal Boas Práticas.

Não é difícil perceber, portanto, que o alto número de perdas revela recursos mal gerenciados, tanto na logística de insumos e medicamentos, quanto na própria armazenagem. Os desperdícios também costumam ocorrer por simples falta de cultura de gerenciamento, através de compras realizadas sem qualquer planejamento de estoque, principalmente quando há falta de integração e comunicação entre os setores, o que ocasiona perda em torno de 30% nos estoques das instituições de saúde pública e privada.

Lamentavelmente, muitas organizações não compreendem a importância de se manter uma equipe dedicada e especializada no processo que envolve a Gestão de Logística Hospitalar.  No entanto, quando os serviços são delegados às empresas que possuem expertises em armazenagem e logística, o retorno é imediato. Nos órgãos públicos, por exemplo, a redução de custos, assim como a racionalização de recursos são percebíveis no equilíbrio entre descarte de medicamentos, às vezes por perda de prazo de validade, e controle e manutenção de estoque, para não faltar medicamento e tornar os serviços de saúde um caos para a população.

Já nas instituições privadas, a qualidade no atendimento e a segurança do paciente ficam garantidas, já que o hospital tem mais tempo para focar no usuário final e atender, de forma mais assertiva, suas reais necessidades, minimizando, por exemplo, intercorrências e tempo de permanência hospitalar. Sendo assim, a Logística Hospitalar é a maneira mais eficiente de garantir com que a instituição se dedique ao que realmente interessa: os cuidados com o paciente.

A RV Ímola é a parceira ideal para a sua Gestão de Logística Hospitalar. Contando com uma equipe especializada e uma ampla estrutura de armazenagem, a companhia oferece as melhores soluções em transporte de medicamentos e logística de farmácia.  Para saber mais, entre em contato com a gente.

 Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

DESEJA SABER MAIS SOBRE NOSSOS SERVIÇOS?