Arquivo: Blog

Logística Hospitalar: dois modelos de atuação
Logística Hospitalar: dois modelos de atuação

A logística hospitalar tem aprimorado bastante os seus modelos de atuação.

Por este motivo, destacamos dois modelos de logística hospitalar para que você possa avaliar o que melhor se adequa para a sua empresa:

Análise, programação e estudo de fluxo

O fluxo é uma das partes mais importantes para a gestão de logística hospitalar. É preciso pensar no fluxo de pacientes em diferentes períodos, tais como: festas, feriados prolongados, alta estação ou acidentes imprevistos. Essa projeção é responsável pela qualidade e também agilidade do atendimento.

Com o fluxo organizado e bem planejado, o hospital tem em vista uma gestão eficiente de equipe:  enfermeiros, médicos e outros profissionais de suporte estão sempre presentes atendendo demandas sem erro ou falta.

O fluxo da logística de medicamentos também está diretamente relacionado com o estoque de dosagens e insumos. A estocagem de materiais, quando não é feita no fluxo correto, tem grandes chances de resultar em perda por extravio, mau uso ou vencimento da validade.

É preciso pensar no fluxo também para programar o transporte de medicamentos e insumos. A estocagem deve ser feita pensando na usabilidade dos produtos e no tempo de validade de cada um.

Impacto econômico

O segundo modelo de logística e gestão hospitalar está relacionado com o impacto econômico positivo que esse sistema traz para a instituição.

Falando de equipe, quando temos funcionários ociosos por grandes períodos de tempo, isso representa perda para o hospital. A instituição está dispondo de diárias desnecessárias, podendo investir esses valores em melhorias do espaço, produtos, equipamentos, etc. Quando falamos em ociosidade, referimo-nos aos escalonamentos de equipes sem planejamento estratégico.

O impacto econômico positivo que um sistema de logística bem elaborado traz para as instituições é grande. É preciso pensar em empresas de armazenagem e transporte de medicamentos controlados. A terceirização desse serviço traz uma economia com equipe, equipamentos, estrutura e outros quesitos.

Além disso, o transporte refrigerado, sempre dentro das normas da Anvisa, diminui consideravelmente o risco de extravio de medicamentos e insumos.

A RV Ímola é uma empresa de logística hospitalar e transporte medicamentos refrigerados com gerenciamento de risco e outras soluções inteligentes para a sua empresa. Entre em contato com nossa equipe e conheça mais dos nossos serviços.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

 

Logística de Medicamentos: benefícios
Logística de Medicamentos: benefícios

Logística de medicamentos é a saída mais eficiente para redução de custos e extravio de medicamentos e insumos.

Os números do relatório Strength in Unity: The promise of global standards in the healthcare industry”, realizado pela McKinsey Company, apontam que a perda de medicamentos atinge uma média de U$$ 51 bilhões anuais, o que mostra a importância da contratação de uma empresa especializada em logística de medicamentos.

Por este motivo, a RV Ímola, empresa especializada em logística hospitalar e logística farmacêutica, selecionou algumas vantagens que sua empresa terá ao terceirizar os serviços.

Gerenciamento de suprimentos estratégico

A logística farmacêutica, quando terceirizada, pode ser realizada de uma maneira muito mais estratégica. As empresas de armazenagem e logística hospitalar utilizam sempre de boas práticas como:

  • Otimização de operações. O transporte de medicamentos é feito dentro das regras da Anvisa e com muito mais planejamento para que não haja extravio;
  • Uso de sistemas avançados. O gerenciamento de risco é feito pela maioria das empresas, a fim de controlar as entregas e deixá-las bem mais seguras e rápidas;
  • Climatização devida, que evita também a perda de medicamentos e insumos por má refrigeração.

Todos os pontos acima deixam o gerenciamento de medicamentos muito mais prático e ágil. Afinal, a má gestão de suprimentos, ainda considerando os dados da McKinsey Company, causa 30% de perdas de estoques em hospitais, o que pode ser amplamente evitado.

Redução de custos e racionalização de recursos

As notícias de descartes de medicamentos e insumos fora da validade são muito comuns aqui no Brasil. De um outro lado, temos também notas de diversas instituições públicas que não têm medicamentos suficientes para seus atendimentos.

Isso acontece porque os sistemas de distribuição de medicamentos não são efetivos. Muitas vezes há a falta de gestão, como citamos no tópico anterior, e também de capacitação da equipe responsável. A contratação de uma empresa terceirizada solve esses problemas e, automaticamente, reduz os custos assim como racionaliza os recursos da instituição.

Compra programada de medicamentos e insumos

Uma das medidas mais eficientes realizadas pela logística de medicamentos é a compra programada de insumos e medicamentos. Isso garante que os suprimentos sejam adquiridos em uma quantidade apropriada para um determinado período, tenham o acondicionamento ideal e a distribuição correta entre os setores hospitalares.

Há também a garantia que os suprimentos sejam comprados na data certa, evitando a falta por má gerência. Dá também para programar os recebimentos, de forma que a conferência e o armazenamento sejam feitos sem erro.

A RV Ímola é uma empresa de logística, que realiza também o transporte de medicamentos refrigerados sempre considerando as regras da Anvisa e com planejamento estratégico para instituições públicas e privadas. Conheça mais dos nossos serviços! Entre em contato com nossos consultores e acesse também a nossa página do Facebook para mais informações.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística hospitalar de controle de estoque: entenda
Logística hospitalar de controle de estoque: entenda

Logística hospitalar de controle de estoque é importante para a administração de insumos.

Afinal, toda empresa precisa pensar na administração do seu estoque. E a logística hospitalar de controle estoque mostra como manter a organização de insumos e medicamentos de forma que não haja escassez e nem extravio.

Saber otimizar os processos é importante e discutiremos um pouco mais sobre algumas boas práticas que você pode adotar na logística hospitalar de controle estoque. Veja abaixo:

Faça inventários periódicos

Qual a periodicidade com que seus inventários são refeitos? Realizar contagens em curtos períodos ajuda bastante a logística de medicamentos. Elas diminuem drasticamente as inconsistências, evitando que se acumulem ou sejam percebidas após longos períodos. Além de ser vantajoso para os sistemas de distribuição de medicamentos, ainda contribui para o balanço financeiro.

Analise o consumo de cada item

O processo de compra de medicamentos e insumos é pensado a partir do histórico de consumo. Contudo, é necessário analisar bem o consumo de cada item, a fim de identificar possíveis mudanças.

Um bom exemplo são as doenças sazonais. As mudanças climáticas sempre aumentam o consumo de alguns medicamentos e insumos, diminuindo também a procura por outros. É preciso analisar criteriosamente essa questão.

Medicamentos armazenados criteriosamente

A armazenagem e logística de medicamentos e insumos precisa acontecer de forma muito criteriosa. É preciso pensar que a má estocagem compromete completamente a usabilidade desses produtos. Por exemplo: medicamentos termolábeis precisam de refrigeramento controlado. Esse deve acontecer em ambientes de 2 até 8ºC. A mesma regra deve ser aplicada no transporte de medicamentos controlados. Essas regras são previstas pela Anvisa e devem ser seguidas com atenção.

Entregas controladas e programadas

Se não há um controle das entregas de medicamentos e insumos, a empresa pode provocar pedidos superiores às suas necessidades. Como resultado, há um extravio com maior frequência.

É preciso pensar em uma consultoria em logística eficiente, de forma que os pedidos ocorram na medida correta e suas entregas aconteçam no tempo programado. Entregas que acontecem antes do período podem ser tão prejudiciais quanto aquelas que ocorrem em atraso.

Tenha um software para gestão de medicamentos e insumos

Não dá mais para realizar o controle apenas com papéis. Além de acumular muitos documentos, dificultando as consultas de pedidos, há o risco grande de extravio e perda de informações.

É preciso ter um software de gestão com gerenciamento de risco.

Com sistemas informatizados é possível controlar o consumo de cada medicamento e insumo, sua data de validade, planejar futuras compras, perdas e extravios e muito mais. Além disso, os softwares ainda facilitarão a geração e o gerenciamento de relatórios.

A RV Ímola é uma empresa de logística hospitalar que trabalha com logística hospitalar e transporte de medicamentos refrigerados completamente dentro das regras da Anvisa.

Convidamos você para conhecer mais dos nossos serviços de armazenagem, logística e transporte.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística hospitalar: 5 benefícios da terceirização
Logística hospitalar: 5 benefícios da terceirização

Logística hospitalar terceirizada também gera diversos benefícios para uma empresa.

Quando bem planejada, a terceirização de serviços facilita bastante a dinâmica e o orçamento de algumas empresas. Na logística hospitalar, esse processo contribui para prever e evitar problemas como extravio de medicamentos, desperdícios de produtos, etc.

Além dos benefícios acima, a logística hospitalar também traz outras vantagens para a sua instituição. Conversaremos mais um pouco sobre elas.

1 – Simplificação de processos

É preciso sempre otimizar os processos. O transporte de medicamentos, por exemplo, não pode ocorrer sem um planejamento e gerenciamento de risco. Além de gerar custos, ainda requer uma estrutura hábil e completa, demandando tempo e dinheiro. A terceirização da logística hospitalar traz exatamente isso: um transporte eficiente, rápido e dentro das regras da Anvisa e sem custos muito elevados.

2 – Conhecimento específico da área contratada

Você está contratando uma empresa com know-how, o que já lhe permite a correção de algumas falhas em processos e outras questões de logística e gestão hospitalar. Diversos pontos também podem ser aprimorados durante o contrato de logística hospitalar. Além disso, você terá a tranquilidade de ter seus produtos nas mãos de profissionais capacitados e especialistas na área.

3 – Uso de equipamentos de tecnologias avançadas

O transporte de medicamentos controlados, por exemplo, não pode ser realizado por qualquer tipo de veículo. É preciso seguir as regras da Anvisa, com baús isotérmicos e refrigeração entre 2 e 8 graus. Isso permite que a qualidade e a eficiência dos produtos sejam mantidas.

A terceirização facilita o uso de veículos dentro desse padrão e constituído de tecnologias avançadas. Além de garantir a qualidade dos produtos, você ainda economiza com a compra de frotas.

4 – Redução considerável de custos

Sabemos que a redução de custos foi comentada aqui algumas vezes. Ela é, provavelmente, o maior fator pelo qual você vai contratar empresas de transporte de medicamentos. Contudo, queremos ressaltar também a redução em relação à substituição dos custos fixos por custos variáveis.

Você só gasta quando vende. Isso significa que só precisará custear o transporte de medicamentos refrigerados quando tiver entregas para realizar. Voltamos ainda para a redução com frota e funcionários para exercer essa função, como foi citado mais acima.

5 – Atendimento ao cliente mais personalizado

Com todas as vantagens acima, você terá muito mais tempo para gerir o atendimento ao seu cliente. A personalização dos serviços tem sido um grande diferencial, principalmente para pequenas instituições. Vale reavaliar o que é possível melhorar, principalmente relacionado às questões que não necessitam de investimento, como clima organizacional, padronização de call center, etc.

A RV Ímola é uma empresa de logística hospitalar e logística farmacêutica que tem foco em uma terceirização eficiente e completamente otimizada. Você pode conhecer todos os nossos processos no site ou entrar em contato direto com um de nossos consultores.

Veja também outras dicas em nossa página no Facebook!

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística de Medicamentos: boas práticas para o setor
Logística de Medicamentos: boas práticas para o setor

Logística de medicamentos faz o mercado de genérico crescer 32% em 2018.

Isso mesmo. Neste ano, a logística de medicamentos fez o mercado de medicamentos crescer consideravelmente, indo na contramão de diversos outros setores da economia no Brasil.

Mas, mesmo favorecendo o crescimento, o sistema de distribuição de medicamentos ainda encontra algumas barreiras por falta de conhecimento dos demais setores. Por esse motivo, procuramos destacar aqui como esta metodologia tem sido eficaz nos processos:

Operações eficientes e otimizadas

Percebemos como a logística na indústria farmacêutica vem mudando o mercado desde a década de 90. Mudanças ocorridas nessa época foram determinantes para o crescimento e surgimento de muitas empresas de transporte de medicamentos.

Houve uma queda de grandes patentes e a regularização dos medicamentos genéricos, em 1999, motivando as empresas e suas operações. O que era feito, sem grandes expectativas, ganhou otimização e eficiência. Empresas de Armazenagem e logística hospitalar passaram a ter outras expectativas a partir disto.

Hoje, as operações são feitas com muito mais segurança. O transporte de medicamentos refrigerados é feito completamente dentro das regras da Anvisa, permitindo que os insumos sejam entregues sem riscos e extravios.

Desafios no setor: logística farmacêutica com mais inovação

Apesar de toda a otimização e a eficiência nas operações, o processo de distribuição de medicamentos, quando não realizado com os devidos cuidados, ainda demonstra falhas quanto à inovação desse gerenciamento.

O gerenciamento de risco, por exemplo, já era para ser algo comum e presente, principalmente no transporte de medicamentos controlados. Contudo, o que vemos é a ausência dessas tecnologias de rastreamento em grande parte da distribuição de medicamentos.

Outro gap relacionado à inovação está na armazenagem. O transporte refrigerado, assim como os centros de distribuição, por vezes, não é tão climatizado como deveria. E isso pode comprometer a eficácia do produto.

A logística de farmácia a favor do crescimento

Empresas de logística têm ampliado seus serviços e suas tecnologias, no que diz respeito à distribuição farmacêutica, a fim de suprir toda a necessidade do mercado. É por isso que sua empresa deve conhecer o trabalho realizado pela RV Ímola.

A RV Ímola é uma empresa que realiza a logística hospitalar e a logística de medicamentos de maneira eficiente e inovadora. Temos uma equipe completamente capacitada para o transporte de medicamentos de forma segura e ágil. Para saber mais, entre em contato conosco.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística farmacêutica: desafios na terceirização
Logística farmacêutica: desafios na terceirização

Logística farmacêutica faz o controle eficiente de toda a distribuição de medicamentos, armazenamento e custos associados.

Percebemos um crescimento promissor da indústria farmacêutica no Brasil. De acordo com o Sindicato das indústrias farmacêuticas (Sindusfarma), somente em 2017, o setor faturou mais de R$ 57 bilhões. Parte desse lucro se dá por uma logística farmacêutica bem estruturada.

Aqui, buscamos listar alguns desafios comuns na terceirização do serviço. Com isso, é possível prevê-los também no seu planejamento e buscar as saídas mais eficientes:

Redução dos custos operacionais

Também de acordo com o Sindusfarma, 80% das farmácias brasileiras são de pequeno e médio porte. Essas empresas necessitam de entregas menores, que nem sempre são feitas em tempo hábil.

A logística na indústria farmacêutica não pode se mostrar resistente ao atendimento dessas empresas. Com isso, é importante reduzir um pouco mais os custos operacionais, mantendo a qualidade dos serviços para ter uma maior abrangência de atendimento.

A melhor solução para os sistemas de distribuição de medicamentos que atendem pequenas demandas é desenvolvendo soluções mais customizadas, possibilitando o atendimento de todos os seus clientes.

Aquisição de licenças e certificados

Assim como todo setor ligado à saúde, empresas de transporte de medicamentos precisam de licenças e certificados de funcionamento. A maioria deles é obtido junto à Anvisa. Como cliente, é preciso se certificar que o transporte de medicamentos refrigerados, por exemplo, é feito completamente dentro das normas da agência.

Empresas de distribuição de medicamentos precisam de pessoal capacitado para manipulação de insumos. É preciso ter uma maior flexibilidade e agilidade nos processos, assim como atenção quanto aos cuidados com assepsia individual e vestuário.

Otimização das operações

É importante observar que muitos problemas com logística farmacêutica estão relacionados ao atendimento.  Temos, muitas vezes, o transporte de medicamentos controlados feito sem nenhuma otimização. As exigências da Anvisa são deixadas de lado, resultando no extravio dos insumos durante o trajeto até o cliente.

Por isso, o transporte de Medicamentos precisa ser feito sempre com gerenciamento de risco, para evitar erros durante a operação e perda de produtos.

Está pensando em terceirizar sua logística farmacêutica? Conheça a RV Ímola.

Empresa de logística em São Paulo especializada em distribuição farmacêutica. Nossa frota conta com carros refrigerados e também realizamos a armazenagem e logística de seus insumos. Contamos também com uma equipe especializada, responsável por cuidar de todos os processos da melhor e mais ágil maneira. Para saber mais, entre em contato conosco.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Transporte de Medicamentos: regras da Anvisa
Transporte de Medicamentos: regras da Anvisa

Transporte de Medicamentos, comuns ou controlados, precisa ser feito dentro de algumas regras da Anvisa.

Os cuidados diferenciados no transporte de medicamentos devem seguir o padrão da agência reguladora para garantir a qualidade dos insumos. É preciso pensar em acondicionamento, na frota que realizará o serviço e, principalmente, nos riscos de extravio por má condução ou empacotamento. Veja quais são as principais regras da Anvisa:

Autorização para realizar o transporte medicamentos refrigerados

Todas as empresas de transporte de medicamentos precisam do AFE – Autorização de Funcionamento de Empresa. Essa concessão permite a distribuição de medicamentos comuns. Para quem precisa realizar o transporte de medicamentos controlados, a autorização é outra. Nesse caso, a agência libera a AE – Autorização Especial.

 

Criação de um manual de boas práticas de transporte e logística farmacêutica

Os sistemas de distribuição de medicamentos exigem práticas de boas maneiras, como informações sobre os processos internos das empresas de distribuição medicamentos. Informações sobre como os medicamentos são manuseados, conservados e transportados são fundamentais para o cliente. Com isso, a Anvisa também regulamenta a criação desse documento. Dessa forma, a logística de medicamentos é feita com o menor risco possível e totalmente dentro das legislações atuais.

Distribuição farmacêutica sempre em transporte refrigerado

As empresas de armazenagem e logística hospitalar precisam de uma frota completamente dentro das normas da Anvisa. O transporte dos medicamentos deve ser realizado em veículos refrigerados, com baús isotérmicos e com temperatura entre 2 e 8 graus. Além de soluções em logística para transporte de insumos, ainda garante o gerenciamento de risco, reduzindo o extravio e, consequentemente, o aumento de custo por produto.

 

Manipulação feita em condições totais de higiene

Todos os envolvidos no transporte dos insumos, precisam estar completamente higienizados, com equipamentos padrões de manipulação e desinfecção. A logística hospitalar precisa ser bastante criteriosa nesses quesitos. O comprometimento dos medicamentos pode causar a perda dos insumos e contaminação de pacientes ou funcionários (médicos, enfermeiros, etc.).

Como se percebe, as regras da Anvisa para transporte de medicamentos são bastantes específicas. Por isso, poder contar com uma empresa de gestão de suprimentos e logística hospitalar responsável pelo cumprimento de tais normas é imprescindível, além de evitar também multas e contratempos.

A RV Ímola é uma empresa de logística em São Paulo, com equipe especializada em gestão de medicamentos e logística de farmácia que faz todo transporte de insumos com segurança e dentro das normativas da Anvisa. Entre em contato e conheça mais.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística Hospitalar: saiba o que é e como funciona
Logística Hospitalar: saiba o que é e como funciona

Logística hospitalar possibilita o gerenciamento de todo o fluxo dos recursos materiais da sua empresa com o melhor custo-benefício.

O hospital promove uma melhor movimentação (entrada e saída) de materiais, melhora os recursos financeiros e administra o uso destes, de forma mais assertiva, entre as equipes. Mesmo com tantos benefícios, há ainda muitas dúvidas sobre a importância dos serviços da logística hospitalar. Por esse motivo, procuramos elencar aqui as principais objeções sobre o assunto, a fim de que se compreenda a importância de se contratar uma empresa de logística hospitalar.

Logística e gestão hospitalar: o que é?

De forma resumida, a logística hospitalar garante, através de procedimentos estratégicos para a gestão e armazenagem de medicamentos, mais segurança para os funcionários e clientes do hospital, já que o sistema de logística tem por base princípios científicos, legais e técnicos. Em outras palavras, a logística hospitalar é uma prestação de serviços essencial para a redução de custos e a otimização da produção da organização.

Principais vantagens de fazer uma gestão de suprimentos e logística hospitalar

Evitar os desperdícios no transporte de medicamentos, certamente é uma das principais vantagens de fazer a logística e gestão hospitalar. Contudo, temos ainda outras questões consideráveis:

Transporte de medicamentos refrigerados – Assegura controle maior, em relação ao vencimento do produto e mantém melhor controle aos extravios de insumos;

Sistemas de distribuição de medicamentos eficiente – Todos os medicamentos são distribuídos de forma estratégica;

Gerenciamento de Risco – A logística integrada permite que riscos sejam gerenciados sem promover crise no ambiente hospitalar;

Logística de Farmácia – Há um controle de entrada e saída de medicamentos, feito por lote, data de validade e outros dados relevantes.

Por que terceirizar a gestão logística?

Conforme observado, para garantia e eficácia, uma empresa de logística hospitalar pode ajudar bastante na redução dos desperdícios e custos do hospital ou clínica. As principais iniciativas que auxiliam em uma logística hospitalar e controle de estoque mais eficiente são:

  • empresas de armazenagem de medicamentos e logística hospitalar controlam a quantidade certa de pedidos, por meio da automatização de todo o armazenamento, evitando que medicamentos percam a sua validade ou que faltem insumos porque o estoque não foi o suficiente para o período.
  • As empresas de transporte de medicamentos passam a fazer o rastreio de todo material hospitalar, evitando, assim, desperdícios e gastos desnecessários;
  • A logística reversa também é feita pensando no descarte dos insumos. Todo o lixo hospitalar é destinado de forma adequada, sem risco de contaminação de águas e solos;
  • Além disso todos os resultados são mensurados, de forma que a logística seja constantemente atualizada.

Agora que você já entendeu mais sobre a tecnologia em gestão hospitalar e a importância de uma consultoria em logística, chegou o momento de aplicar as técnicas na sua empresa.

A RV Ímola é uma empresa de logística em São Paulo, especializada em transporte de medicamentos controlados e distribuição farmacêutica. Contamos com transporte refrigerado, armazenagem e logística e uma equipe especializada, que cuida de todos os processos de maneira bastante otimizada. Para saber mais, entre em contato conosco.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Gestão Logística Hospitalar: estoque de farmácia
Gestão Logística Hospitalar: estoque de farmácia

Gestão Logística Hospitalar, quando realizada de maneira planejada, é a principal responsável por assegurar melhorias relevantes e o aumento de receita.

Diante disso, planejar o estoque para garantir um gerenciamento mais assertivo é de extrema importância dentro de uma administração, já que a organização dos medicamentos é peça-chave da gestão logística hospitalar, garantindo redução de falhas e, consequentemente, melhores resultados.

De acordo com pesquisas realizadas pela Anahp – Associação Nacional dos Hospitais Privados, somente no último ano, estima-se que, pelo menos, 11% das despesas dentro das instituições de saúde no Brasil são por falta de uma logística farmacêutica eficiente. E o principal desafio observado, no que diz respeito às farmácias, é a garantia de produtos para o momento certo, na hora certa, em menor espaço possível de aproveitamento. Ao que tudo indica, a falta de ferramentas adequadas para assegurar controle e movimentação desses produtos são um dos principais fatores que implicam neste processo.

É importante ressaltar que a utilização de recursos adequados minimiza desequilíbrios no armazenamento e possíveis interrupções de atividades. Por isso, algumas normas e padrões devem ser estabelecidos para garantir não somente a especificação e a qualidade dos medicamentos e insumos, como também a segurança do paciente.

Embora os custos de manutenção dos estoques sejam altos no Brasil, medidas simples podem auxiliar na manutenção dos custos dentro do orçamento. A RV Ímola, empresa especializada em logística hospitalar e logística farmacêutica, selecionou algumas dicas para você:

Planejamento de estoque – esta etapa é fundamental para melhoria de receita, já que possibilita, de maneira mais clara, a avaliação de todas as necessidades da instituição, eliminando possíveis déficits que possam comprometer o desempenho do gerenciamento do estoque.

Abastecimento de farmácia – é importante a manutenção de dados atualizados, tais como: catálogos de preços e fornecedores, certificações, condições de compra e pagamento, prazos de entrega, entre outros detalhes. Estudar a demanda de toda a cadeia, desde a compra até a sua distribuição, é a melhor forma de garantir uma logística de medicamentos mais eficaz e assertiva.

Execução do projeto – esta demanda envolve realização de pedidos e recebimento da compra. Nesta fase, é importante avaliar o sistema de controle, o espaço para armazenagem, assim como todos os mecanismos envolvidos no agendamento de compras e recebimentos de produtos.

Distribuição dos materiais e insumos – a distribuição possui uma série de etapas: implementação de pedidos, rótulos e embalagens, registro dos produtos e, por fim, a distribuição. Organizar esta cadeia é imprescindível para a garantia de entrega ágil e eficaz.

É importante observar também que a logística na indústria farmacêutica requer padronização de medicamentos, informações de fornecedores, controle da Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, entre outros. Por isso, a importância de uma administração efetiva, a fim de minimizar problemas relacionados à desabastecimento, assegurando o acesso dos usuários aos medicamentos com mais segurança. E é justamente daí que nasce a necessidade da escolha de um parceiro logístico ideal para um tipo de atividade que inspira tantos cuidados.

Uma empresa de armazenagem e logística hospitalar é fundamental para garantir planejamento, implementação e controle de fluxo, assegurando abastecimento e resultados mais satisfatórios, e agregando valor à gestão hospitalar.

A RV Ímola, empresa especializada também em transporte de medicamentos, entende bem desses cuidados. Por este motivo, oferece total infraestrutura desde a tomada de pedido até a sua distribuição, com uma equipe altamente capacitada para prestar o melhor atendimento.

Para saber mais, entre em contato com a gente.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Gestão in house: tendência para a realidade hospitalar
Gestão in house: tendência para a realidade hospitalar

Gestão in house é um conceito atribuído à operação logística dentro da própria organização, possibilitando redução de custos operacionais e foco no core business.

Mas, a definição de gestão in house, que compreende toda cadeia de movimentação e armazenagem in loco, está muito além da atribuição das operações internas a uma empresa terceirizada. Por se tratar de uma tendência no mercado logístico, a atividade é uma forma de garantir melhorias constantes na prestação de serviços que conta com o apoio de mão de obra totalmente especializada.

Embora a opção possa trazer grandes benefícios para a organização, é importante, antes da seleção do parceiro logístico, entender que a mão de obra qualificada é uma das formas mais importantes de manutenção de eficiência e obtenção de ganhos nos processos existentes.  Um outro cuidado essencial que deve ser observado também é que a terceirização desta atividade precisa ser vista como forma de assegurar valor para a operação e não custo, a fim de que se obtenham resultados mais satisfatórios.

Principais vantagens da Gestão de Logística Hospitalar dentro da organização

A gestão in house requer um nível de complexidade um pouco maior, se comparado aos demais processos, já que a atividade é realizada por prestadores de serviços que possuem qualificações para o cargo atribuído, porém com algumas competências adicionais.

Outro fator relevante é que estar dentro do espaço do cliente é uma maneira de aprender e respeitar um pouco mais sobre as políticas e valores da organização. Quando a gestão logística ocorre in loco as possibilidades de interação e aprofundamento nos processos são bem maiores. Erros e acertos ficam mais evidentes, e as possibilidades de correções são mais altas e assertivas. Além disso as atividades dentro da empresa se tornam também mais dinâmicas, tendo em vista que as movimentações internas possuem melhor comunicação com as atividades-fim entre o prestador de serviços e o cliente final no processo de produção (conferência, armazenagem, abastecimento, etc.); sem falar na otimização de custos que a iniciativa promove, flexibilidade e agilidade na adaptação às necessidades do cliente.

Um outro benefício para a empresa contratante é a despreocupação com manutenção de equipamentos, estruturas da armazenagem, qualificação de colaboradores, podendo substituir custos fixos por custos variáveis, fora o atendimento personalizado.

A logística hospitalar in loco vem sendo adotada por grandes organizações que conhecem, respeitam e entendem a eficiência do processo.

Se a sua empresa quer se tornar case de sucesso, por meio do bom atendimento, da redução de despesas, foco no core business e melhor produtividade, conte com serviços especializados de empresas de armazenagem e logística hospitalar. Ainda tem dúvida? Baixe nosso e-book, clicando aqui, e saiba como escolher com segurança um parceiro para terceirizar a gestão logística do seu hospital.

A RV Ímola é uma companhia que está presente no mercado há mais de uma década oferecendo serviços completos para a cadeia logística, com serviços especializados em armazenagem, gestão in house, distribuição e transporte. Para saber mais, entre em contato com a gente.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

DESEJA SABER MAIS SOBRE NOSSOS SERVIÇOS?