Transporte de medicamentos é um tipo de atividade que requer muitos cuidados, a fim de não comprometer a qualidade da carga.

Isso porque, antes de chegar às prateleiras, o transporte de medicamentos tende a percorrer longos caminhos sujeitos à condições não controladas, o que implica em algumas exigências que, geralmente, não costumam acontecer com produtos usuais. Por esse motivo, selecionamos aqui algumas dicas essenciais para garantir um transporte mais seguro e eficaz. Confira:

Regulamentações para o transporte de medicamentos

Em tese, não há lei específica que regulamenta o transporte de medicamentos, mas existem normas e fiscalizações que precisam ser cumpridas, a fim de garantir que a segurança da logística de medicamentos atenda às conformidades. E a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é um dos órgãos responsáveis por essas conformidades. As orientações podem ser encontradas no Manual de Boas Práticas no Transporte de Medicamentos, que tem por objetivo orientar operadores logísticos e transportadoras, em relação às condições adequadas de armazenamento, de acondicionamento, de movimentação e de distribuição.

Ainda segundo a Anvisa, os principais cuidados que precisam ser observados, tanto no período que antecede o transporte de medicamentos, quanto o período do trajeto são:

Gestão da armazenagem – Ou seja, a garantia de qualidade dos produtos começa bem antes do transporte. Essa etapa é fundamental para garantir uma logística de medicamentos mais eficaz. Os cuidados com o estoque e armazenagem são de extrema importância. Do contrário, todo o esforço empregado será em vão.

Equipe profissional e regulamentada – Sem dúvidas, o transporte de medicamentos deve contar com um farmacêutico que possua Certificado de Regularidade do Conselho Regional de Farmácia — documento de extrema importância exigido pela Anvisa – que assegura o exercício da atividade.

O especialista será responsável pela inspeção das condições dos medicamentos para o transporte, como conservação, acondicionamento, higiene, além de outros elementos que possam interferir na segurança da distribuição.

Processo de Embalagem – Para evitar transtornos, é imprescindível que haja atenção especial com as embalagens. Recomenda-se caixas adequadas e que sejam proporcionais ao tamanho do espaço, a fim de evitar riscos de rompimento. Além disso, acondicionar o material em caixas apropriadas é muito importante para manutenção da temperatura, como o caso das caixas de isopor, por exemplo.

Outros cuidados necessários para garantir uma logística de medicamentos mais segura são os planejamentos de rotas e rastreamento de cargas, sendo este último imprescindível para monitoramento da carga. Em caso de roubos, falhas operacionais com o veículo ou extravio dos produtos, a central de monitoramento consegue acompanhar, em tempo real, todo o percurso, propondo iniciativas rápidas e assertivas para sanar possíveis problemas.

Para garantir que todas as exigências sejam cumpridas e que a logística na indústria farmacêutica seja eficaz, conte com os serviços de uma empresa de transporte de medicamentos especializada no assunto.

A RV Ímola é uma das empresas de distribuição medicamentos mais confiáveis do mercado. Com um time de especialistas, moderna infraestrutura e tecnologia de ponta nos processos, a organização oferece os melhores serviços do mercado, no que diz respeito à logística hospitalar controle de estoque e no transporte de medicamentos. Para saber mais, entre em contato com a gente!

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.