Tag Archives: Gestão de Logística Hospitalar

Logística Hospitalar: dois modelos de atuação
Logística Hospitalar: dois modelos de atuação

A logística hospitalar tem aprimorado bastante os seus modelos de atuação.

Por este motivo, destacamos dois modelos de logística hospitalar para que você possa avaliar o que melhor se adequa para a sua empresa:

Análise, programação e estudo de fluxo

O fluxo é uma das partes mais importantes para a gestão de logística hospitalar. É preciso pensar no fluxo de pacientes em diferentes períodos, tais como: festas, feriados prolongados, alta estação ou acidentes imprevistos. Essa projeção é responsável pela qualidade e também agilidade do atendimento.

Com o fluxo organizado e bem planejado, o hospital tem em vista uma gestão eficiente de equipe:  enfermeiros, médicos e outros profissionais de suporte estão sempre presentes atendendo demandas sem erro ou falta.

O fluxo da logística de medicamentos também está diretamente relacionado com o estoque de dosagens e insumos. A estocagem de materiais, quando não é feita no fluxo correto, tem grandes chances de resultar em perda por extravio, mau uso ou vencimento da validade.

É preciso pensar no fluxo também para programar o transporte de medicamentos e insumos. A estocagem deve ser feita pensando na usabilidade dos produtos e no tempo de validade de cada um.

Impacto econômico

O segundo modelo de logística e gestão hospitalar está relacionado com o impacto econômico positivo que esse sistema traz para a instituição.

Falando de equipe, quando temos funcionários ociosos por grandes períodos de tempo, isso representa perda para o hospital. A instituição está dispondo de diárias desnecessárias, podendo investir esses valores em melhorias do espaço, produtos, equipamentos, etc. Quando falamos em ociosidade, referimo-nos aos escalonamentos de equipes sem planejamento estratégico.

O impacto econômico positivo que um sistema de logística bem elaborado traz para as instituições é grande. É preciso pensar em empresas de armazenagem e transporte de medicamentos controlados. A terceirização desse serviço traz uma economia com equipe, equipamentos, estrutura e outros quesitos.

Além disso, o transporte refrigerado, sempre dentro das normas da Anvisa, diminui consideravelmente o risco de extravio de medicamentos e insumos.

A RV Ímola é uma empresa de logística hospitalar e transporte medicamentos refrigerados com gerenciamento de risco e outras soluções inteligentes para a sua empresa. Entre em contato com nossa equipe e conheça mais dos nossos serviços.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

 

Logística hospitalar: 5 benefícios da terceirização
Logística hospitalar: 5 benefícios da terceirização

Logística hospitalar terceirizada também gera diversos benefícios para uma empresa.

Quando bem planejada, a terceirização de serviços facilita bastante a dinâmica e o orçamento de algumas empresas. Na logística hospitalar, esse processo contribui para prever e evitar problemas como extravio de medicamentos, desperdícios de produtos, etc.

Além dos benefícios acima, a logística hospitalar também traz outras vantagens para a sua instituição. Conversaremos mais um pouco sobre elas.

1 – Simplificação de processos

É preciso sempre otimizar os processos. O transporte de medicamentos, por exemplo, não pode ocorrer sem um planejamento e gerenciamento de risco. Além de gerar custos, ainda requer uma estrutura hábil e completa, demandando tempo e dinheiro. A terceirização da logística hospitalar traz exatamente isso: um transporte eficiente, rápido e dentro das regras da Anvisa e sem custos muito elevados.

2 – Conhecimento específico da área contratada

Você está contratando uma empresa com know-how, o que já lhe permite a correção de algumas falhas em processos e outras questões de logística e gestão hospitalar. Diversos pontos também podem ser aprimorados durante o contrato de logística hospitalar. Além disso, você terá a tranquilidade de ter seus produtos nas mãos de profissionais capacitados e especialistas na área.

3 – Uso de equipamentos de tecnologias avançadas

O transporte de medicamentos controlados, por exemplo, não pode ser realizado por qualquer tipo de veículo. É preciso seguir as regras da Anvisa, com baús isotérmicos e refrigeração entre 2 e 8 graus. Isso permite que a qualidade e a eficiência dos produtos sejam mantidas.

A terceirização facilita o uso de veículos dentro desse padrão e constituído de tecnologias avançadas. Além de garantir a qualidade dos produtos, você ainda economiza com a compra de frotas.

4 – Redução considerável de custos

Sabemos que a redução de custos foi comentada aqui algumas vezes. Ela é, provavelmente, o maior fator pelo qual você vai contratar empresas de transporte de medicamentos. Contudo, queremos ressaltar também a redução em relação à substituição dos custos fixos por custos variáveis.

Você só gasta quando vende. Isso significa que só precisará custear o transporte de medicamentos refrigerados quando tiver entregas para realizar. Voltamos ainda para a redução com frota e funcionários para exercer essa função, como foi citado mais acima.

5 – Atendimento ao cliente mais personalizado

Com todas as vantagens acima, você terá muito mais tempo para gerir o atendimento ao seu cliente. A personalização dos serviços tem sido um grande diferencial, principalmente para pequenas instituições. Vale reavaliar o que é possível melhorar, principalmente relacionado às questões que não necessitam de investimento, como clima organizacional, padronização de call center, etc.

A RV Ímola é uma empresa de logística hospitalar e logística farmacêutica que tem foco em uma terceirização eficiente e completamente otimizada. Você pode conhecer todos os nossos processos no site ou entrar em contato direto com um de nossos consultores.

Veja também outras dicas em nossa página no Facebook!

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Gestão in house: tendência para a realidade hospitalar
Gestão in house: tendência para a realidade hospitalar

Gestão in house é um conceito atribuído à operação logística dentro da própria organização, possibilitando redução de custos operacionais e foco no core business.

Mas, a definição de gestão in house, que compreende toda cadeia de movimentação e armazenagem in loco, está muito além da atribuição das operações internas a uma empresa terceirizada. Por se tratar de uma tendência no mercado logístico, a atividade é uma forma de garantir melhorias constantes na prestação de serviços que conta com o apoio de mão de obra totalmente especializada.

Embora a opção possa trazer grandes benefícios para a organização, é importante, antes da seleção do parceiro logístico, entender que a mão de obra qualificada é uma das formas mais importantes de manutenção de eficiência e obtenção de ganhos nos processos existentes.  Um outro cuidado essencial que deve ser observado também é que a terceirização desta atividade precisa ser vista como forma de assegurar valor para a operação e não custo, a fim de que se obtenham resultados mais satisfatórios.

Principais vantagens da Gestão de Logística Hospitalar dentro da organização

A gestão in house requer um nível de complexidade um pouco maior, se comparado aos demais processos, já que a atividade é realizada por prestadores de serviços que possuem qualificações para o cargo atribuído, porém com algumas competências adicionais.

Outro fator relevante é que estar dentro do espaço do cliente é uma maneira de aprender e respeitar um pouco mais sobre as políticas e valores da organização. Quando a gestão logística ocorre in loco as possibilidades de interação e aprofundamento nos processos são bem maiores. Erros e acertos ficam mais evidentes, e as possibilidades de correções são mais altas e assertivas. Além disso as atividades dentro da empresa se tornam também mais dinâmicas, tendo em vista que as movimentações internas possuem melhor comunicação com as atividades-fim entre o prestador de serviços e o cliente final no processo de produção (conferência, armazenagem, abastecimento, etc.); sem falar na otimização de custos que a iniciativa promove, flexibilidade e agilidade na adaptação às necessidades do cliente.

Um outro benefício para a empresa contratante é a despreocupação com manutenção de equipamentos, estruturas da armazenagem, qualificação de colaboradores, podendo substituir custos fixos por custos variáveis, fora o atendimento personalizado.

A logística hospitalar in loco vem sendo adotada por grandes organizações que conhecem, respeitam e entendem a eficiência do processo.

Se a sua empresa quer se tornar case de sucesso, por meio do bom atendimento, da redução de despesas, foco no core business e melhor produtividade, conte com serviços especializados de empresas de armazenagem e logística hospitalar. Ainda tem dúvida? Baixe nosso e-book, clicando aqui, e saiba como escolher com segurança um parceiro para terceirizar a gestão logística do seu hospital.

A RV Ímola é uma companhia que está presente no mercado há mais de uma década oferecendo serviços completos para a cadeia logística, com serviços especializados em armazenagem, gestão in house, distribuição e transporte. Para saber mais, entre em contato com a gente.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística Hospitalar: entenda
Logística Hospitalar: entenda

Logística hospitalar é um importante passo a ser dado por quem pretende manter uma gestão mais eficiente.

Isso porque, o gerenciamento de insumos e medicamentos dentro das unidades hospitalares e centros de distribuições vai muito além da realização de pedidos, controle e organização dos materiais nas prateleiras. A cadeia que envolve a armazenagem desses tipos de materiais exige cuidados minuciosos para a garantia de qualidade, segurança e eficiência nos processos. E isso só uma logística hospitalar é capaz de proporcionar.

Para que se compreenda de que maneira a gestão de logística hospitalar pode assegurar mais tranquilidade e confiança a esta cadeia, é preciso, antes de tudo, se conscientizar que embora seja uma atividade recente, aqui no Brasil, a logística de medicamentos já configura novos entendimentos no que tange à realidade hospitalar tanto para a redução de desperdícios quanto para a garantia de consumo consciente. Em suma, a coordenação desses cuidados, quando realizada com mais assertividade, desencadeia uma série de benefícios, tais como: setor mais produtivo e econômico; garantia de mais agilidade e eficiência nos processos de compra; controle em tempo real dos estoques; diminuição dos erros de administração de insumos e medicamentos; garantia de mais assertividade e segurança aos gestores, bem como toda a equipe envolvida nos processos, e, consequentemente, aumento de receitas.

Mas, afinal, como assegurar gestão e logística hospitalar mais eficaz? É possível?

Sim. E você verá que isso pode acontecer seguindo cinco passos. São eles:

  1. Automatização do armazenamento e controle de todas as etapas

Esta ação é fundamental para garantir produtos na quantidade certa, evitando, assim, desperdícios, em caso de perda de validade, ou falta de insumos e medicamentos, por não ter realizado o pedido em período correto. Quando o processo é automatizado, o controle do estoque é mais seguro e confiável.

  1. Separação de medicamentos com serialização

Uma outra etapa fundamental é a customização de embalagens que possibilitam administração conforme dose indicada para cada paciente. A iniciativa promove ao usuário o recebimento da dose certa, minimizando, assim sobras e desperdícios.

  1. Rastreio de medicamentos e materiais hospitalares

Conforme já mencionado no post, o processo de automatização confere maior segurança e controle de estoque. E quando esta etapa é acompanhada por rastreio, via código de barras dos materiais, o nível de confiança só tende a aumentar. Realizar o acompanhamento do transporte de medicamentos, desde a sua saída até a entrada nos centros de distribuições é de extrema importância para controle de estoque, eficiência na administração e práticas mais assertivas na gestão em ações de recall.

  1. Aposta em logística reversa para preservação do meio ambiente

Se descartados em lixos comuns ou esgotos, os medicamentos podem contaminar águas e solos, por conta dos seus componentes químicos, podendo desencadear intoxicação tanto nos seres humanos quantos nos animais. Quando os produtos vencidos ou em desuso recebem destinação final ambientalmente adequada, além de estar ajudando o meio ambiente, sua gestão contribuirá para melhor qualidade de vida, evitando, assim internações e acompanhamentos desnecessários.

  1. Mensuração de resultados

Realizar o mapeamento do fluxo, acompanhar os indicadores, entre outras ações de métricas são imprescindíveis para gestão logística hospitalar mais eficiente, controle de estoque e acompanhamento de demandas de cada unidade. Essa etapa possibilita resultados muito mais eficazes.

E, caso queira informações mais detalhadas sobre como tornar a logística hospitalar mais confiável e assertiva, clique aqui e baixe nosso e-book.

RV Ímola, há 16 anos no mercado, tem total expertise em gestão hospitalar e logística na indústria farmacêutica. CERTIFICADA como uma das empresas Top Transporte 2018, a companhia possui ótimas referências, justamente por conta de um árduo trabalho desenvolvido com excelência no setor da saúde.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Empresas de Armazenagem e Logística Hospitalar ajudam na redução de fraudes
Empresas de Armazenagem e Logística Hospitalar ajudam na redução de fraudes

Empresas de armazenagem e logística hospitalar são importantes aliadas no combate às fraudes e aos desperdícios da gestão hospitalar.

Isto porque, o combate à fraude tem desafiado, diariamente, a gestão de clínicas e hospitais, sobretudo na saúde pública, que são as maiores vitimas de irregularidades. Nesse cenário, as empresas de armazenagem e logística hospitalar têm sido essenciais para um gerenciamento mais transparente e estratégico.

Há pouco tempo, um relatório divulgado pela “Strength in Unity: The promise of global standards in the healthcare industry” (Força na Unidade: A promessa de padrões globais na indústria de saúde, em tradução livre), revelou que as perdas ou danos com medicamentos já somam US$ 51 bilhões por ano, em todo o mundo. A informação foi publicada pelo portal Boas Práticas.

Não é difícil perceber, portanto, que o alto número de perdas revela recursos mal gerenciados, tanto na logística de insumos e medicamentos, quanto na própria armazenagem. Os desperdícios também costumam ocorrer por simples falta de cultura de gerenciamento, através de compras realizadas sem qualquer planejamento de estoque, principalmente quando há falta de integração e comunicação entre os setores, o que ocasiona perda em torno de 30% nos estoques das instituições de saúde pública e privada.

Lamentavelmente, muitas organizações não compreendem a importância de se manter uma equipe dedicada e especializada no processo que envolve a Gestão de Logística Hospitalar.  No entanto, quando os serviços são delegados às empresas que possuem expertises em armazenagem e logística, o retorno é imediato. Nos órgãos públicos, por exemplo, a redução de custos, assim como a racionalização de recursos são percebíveis no equilíbrio entre descarte de medicamentos, às vezes por perda de prazo de validade, e controle e manutenção de estoque, para não faltar medicamento e tornar os serviços de saúde um caos para a população.

Já nas instituições privadas, a qualidade no atendimento e a segurança do paciente ficam garantidas, já que o hospital tem mais tempo para focar no usuário final e atender, de forma mais assertiva, suas reais necessidades, minimizando, por exemplo, intercorrências e tempo de permanência hospitalar. Sendo assim, a Logística Hospitalar é a maneira mais eficiente de garantir com que a instituição se dedique ao que realmente interessa: os cuidados com o paciente.

A RV Ímola é a parceira ideal para a sua Gestão de Logística Hospitalar. Contando com uma equipe especializada e uma ampla estrutura de armazenagem, a companhia oferece as melhores soluções em transporte de medicamentos e logística de farmácia.  Para saber mais, entre em contato com a gente.

 Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística hospitalar: benefícios da terceirização
Logística hospitalar: benefícios da terceirização

Logística hospitalar é fundamental para o bom funcionamento e permanência das empresas no mercado.

Entretanto, muitos gestores ainda têm dúvidas sobre as melhorias que os serviços terceirizados podem proporcionar para a gestão hospitalar, como a redução dos gastos. Para visualizarmos melhor sobre a eficiência da logística hospitalar, precisamos entender que este setor é dividido em duas grandes áreas: de armazenagem e de distribuição.

O setor de armazenagem tem o papel de garantir a integridade física e a qualidade do produto entregue, analisando rótulos e etiquetas, principalmente com materiais e insumos importados, que têm a necessidade de serem adaptados ao local, quando trazidos de outros países.  Além de uma gestão hospitalar com controle de estoque que respeite datas de fabricação e validade, é imprescindível garantir a rastreabilidade do material que entra e sai, evitando gastos e desperdícios. O setor de armazenagem envolve também a montagem de kits, o processo de separação e expedição de acordo com a necessidade do cliente. Por isso, a necessidade de suporte de empresas de armazenagem e logística hospitalar especializadas no assunto, é fundamental para garantir a conservação assertiva.

Já a área de distribuição conta com o transporte de produtos até seu destino, seja em hospitais, clínicas, distribuidores, varejistas ou para o consumidor final. Esse transporte de medicamentos pode ser realizado pelos fabricantes, pelo próprio cliente ou por empresas especializadas em logística de transporte de medicamentos, como a RV Ímola, que possui tecnologia para gerenciar o processo de armazenagem e distribuição, contando com frotas bem dimensionadas e adequadas para a movimentação de produtos da linha farmacêutica e correlacionados, em razão de seus veículos serem dotados de baús isotérmicos e refrigerados com temperaturas de 2 e 8°C.

Outra vantagem da terceirização é o custo variável, já que se paga apenas pelo serviço que é utilizado, evitando gastos com mão de obra, seguro, manutenção, aluguéis e encargos, espaço extra, compra de equipamentos, treinamento de equipe, etc. O que garante, assim, possibilidade de crescimento mais rápido e duradouro.

Optar pela terceirização da logística hospitalar traz inúmeros benefícios para a empresa, porém é importante escolher bem seu parceiro logístico. A RV Ímola listou algumas dicas importantes a serem consideradas na hora de fechar uma parceria:

  • O primeiro ponto é certificar-se que o parceiro logístico escolhido tenha todas as licenças e autorizações obrigatórias em dia para o seguimento médico-hospitalar. É importante também verificar se, assim como a RV Ímola, seu parceiro logístico tem veículos rastreados e monitorado 24 horas, em tempo real, com um centro de segurança própria, garantindo a integridade do produto e da equipe de seguranças.
  • O segundo ponto preza pelo bom relacionamento, ocasionando uma parceria de longo prazo. Focando na busca pela eficiência de ambas as partes, com foco no ganho de qualidade e redução de gastos. Além disso, é sempre bom analisar se o parceiro logístico possui tecnologia de controle de informações, com respostas rápidas a sua disposição sempre que necessário para tomada de decisões urgentes.
  • E, por último, mas não menos importante, está o controle e monitoramento de seus processos visando sempre à melhoria do processo de gestão de logística hospitalar da sua empresa.

Contar com um parceiro de confiança, portanto, é fundamental para o bom desempenho da Gestão Hospitalar. E isso a RV Ímola entende como ninguém. Para saber mais sobre o que deve se preocupar na hora de terceirizar sua gestão hospitalar, clique aqui e acesse nosso e-book.

 Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística Hospitalar: dicas para uma gestão eficiente
Logística Hospitalar: dicas para uma gestão eficiente

 

Logística hospitalar já representa um importante avanço no cenário da saúde, devido a sua alta capacidade estratégica de armazenar materiais.

Sendo um assunto bastante discutido na atualidade, os altos custos provocados pela administração ineficiente têm levado líderes e gestores a repensarem, com urgência, um modelo prático que otimize a gestão de clínicas e hospitais, trazendo melhorias tanto para a instituição, quanto para o paciente. E a logística hospitalar tem sido a melhor escolha, onde seu principal benefício está  na redução de custos na aquisição, movimentação e armazenagem de medicamentos e insumos, uma vez que a atividade garante maior controle de estoque, assegurando o produto certo, no momento certo, para o paciente certo, eliminando falta ou excesso de materiais.

Se por um lado há uma preocupação com os custos, por outro é preciso estar atento aos cuidados com a saúde. Para que a gestão de logística hospitalar se torne ainda mais eficiente, algumas iniciativas podem ser fundamentais para suprir, de forma rápida, as necessidades de uma organização. Vejamos:

Mapeamento de processos

Entender todo o sistema que rege a logística e gestão hospitalar, desde o planejamento das compras de medicamentos até a chegada ao consumidor final – paciente – , pode auxiliar na otimização e redução dos custos nas duas pontas: materiais e pessoas. Por isso, comece pelo planejamento, construa todo o fluxo, envolva a equipe, identifique os déficits, até que consiga reestruturar todo o processo e, por fim, reestruture o sistema, se houver necessidade.

Preparo do centro de distribuição

Medicamentos e insumos hospitalares devem ser armazenados com alto controle e rigidez, tendo em vista que são materiais perecíveis. Por esse motivo, estar atento aos detalhes pode fazer toda a diferença para a logística farmacêutica.  O ambiente deve estar sempre climatizado, na temperatura correta; assim como a organização dos materiais ser com total precisão, a fim de que não percam a validade. Uma boa dica de organização, por exemplo, é procurar colocar na prateleira da frente os medicamentos que mais são utilizados.

Mantenha laços com fornecedores

O fortalecimento de vínculos com fornecedores pode garantir reforço na eficiência da gestão logística de medicamentos, tendo em vista as possibilidades de manobras conjuntas que podem ser realizadas, em caso de  contratempos que possam surgir no meio do caminho da cadeia produtiva. Integrar o sistema que controla o estoque de medicamentos ao sistema de estoque de vendas do fornecedor otimiza pedidos e assegura abastecimento frequente. Esse tipo de logística pode evitar, por exemplo, o esquecimento de pedido por parte do funcionário que fica responsável pelo almoxarifado. Uma outra dica fundamental são as pesquisas em portais de compras como caminhos alternativos para pleitear melhores ofertas e prazos.

Uso da tecnologia a favor dos processos   

Explorar as facilidades propostas uso da tecnologia aumenta a eficiência de toda e qualquer empresa de logística hospitalar. Quando o sistema é integrado, o processo de comunicação é muito mais assertivo entre os setores e agiliza o trabalho de todas as equipes, o que garante aumento efetivo na produtividade e redução de falhas humanas. Sem contar que fica mais fácil e prático de monitorar  entrada e saída de medicamentos, através de rastreamento.

Uma outra sugestão também é o investimento em logística reversa, que possibilita reaproveitar medicamentos e insumos não utilizados na unidade origem para outras unidades médico-hospitalar. Formar parcerias com iniciativas públicas e privadas é uma ótima alternativa para manter a circulação desses medicamentos, suprindo a necessidade de toda população.

E, por fim, acompanhar os indicadores de desempenho é fundamental para garantir uma logística eficaz. Estipular metas de redução de custos com desperdícios, metas de qualidade na realização dos pedidos, agilidade nos processos internos são alguns caminhos que podem contribuir na otimização da gestão logística.

Esperamos que essas dicas proporcionem, de forma considerável, melhoria na eficiência dos processos. Se ainda assim não forem suficientes, busque auxílio de empresa especializada no assunto. A RV Ímola entende bem deste processo. Com todo know-how em logística hospitalar, a organização oferece as melhores soluções do mercado aos seus clientes, com melhor custo-benefício. Visite o site e conheça nossos serviços.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

 

E-BOOK: Saiba como escolher com segurança o parceiro ideal para terceirizar a Gestão Logística do seu hospital
E-BOOK: Saiba como escolher com segurança o parceiro ideal para terceirizar a Gestão Logística do seu hospital

A escolha de um parceiro para atuar na logística de abastecimento de um hospital é um fator decisivo para que todos os resultados sejam alcançados. Delegar essa função de abastecimento e distribuição de medicamentos a terceiros é um passo bastante complexo e requer muita prudência.

Pensando no desafio que é delegar a função de abastecimento e distribuição de medicamentos de um hospital, desenvolvemos um e-book para lhe ajudar.

 

Veja o que você vai encontrar nele:

  • Logística hospitalar – um conceito que vai muito além de transporte de insumos médicos
  • Saiba como escolher com segurança um parceiro na hora de terceirizar a gestão logística do seu hospital
  • Entenda como pequenas ações na gestão de insumos e medicamentos são capazes de gerar grandes economias
  • O que você ganha com isso?
  • Case: Conheça como um dos maiores centros de diagnóstico do Brasil escolheu seu parceiro logístico

 

Baixe agora nosso e-book, clicando aqui, e entenda como iniciar esse processo.

Logística Hospitalar: decisão inteligente para a saúde e para o bolso
Logística Hospitalar: decisão inteligente para a saúde e para o bolso

Logística Hospitalar tem sido a principal aliada de gestores da área da saúde que visam melhoria da prestação de serviços, soluções customizadas e redução de desperdícios.

Sendo responsável por marcar importantes mudanças para o cenário, a Logística Hospitalar tem ganhado cada vez mais espaço no mercado, devido à transparência e segurança que vem conferindo aos processos. Para o presidente da RV Ímola, Roberto Vilela, a Logística de Medicamento representa sinônimo de evolução para o setor: “A ponta da cadeia não pode demandar a compra de remédios. Quem tem que demandar é o gestor”, afirma o presidente, em entrevista concedida à Revista Mundo Logística.

Para garantir mais confiança e compromisso com a saúde, a atividade preza por inúmeros cuidados e particularidades, que vão desde as diversas regulamentações a auditorias internas e externas. “É uma área que exige inovação e adaptação às novas demandas e todas elas devem ser auditadas para nos certificarmos da qualidade. Na RV Ímola, temos área de qualidade composta por profissionais especializados na área da saúde e que atuam em cima de todas as operações. São pessoas que auditam, assinam e entendem do processo da saúde. Também temos empresas terceirizadas que realizam a nossa auditoria”, afirma Vilela.

A tecnologia como principal aliada

Um outro fator que pesa na escolha pela Gestão de Logística Hospitalar é o apoio de software inteligente capaz de gerenciar a gestão incorreta dos medicamentos, tendo em vista que 20% dos gastos na receita do hospital vem da má administração de materiais e insumos, além de descarte de medicamentos vencidos, segundo dados da OMS. A RV Ímola, por exemplo, criou uma tecnologia capaz de acompanhar a movimentação de cada medicamento, monitorando em tempo real a entrada e saída dos mesmos do estoque. “A partir do uso da tecnologia, fazemos a identificação unitária de todos os remédios que entram na unidade de saúde. Nela, os remédios são armazenados em estoques geridos por nós e cada unidade retirada do armazém é rastreada de forma que conseguimos fazer o acompanhamento até a entrega ao paciente. Com isso, torna-se impossível o sumiço de remédios dentro dos hospitais, um dos grandes vilões em desperdício de gastos nessas instituições (…) O resultado é a redução de custos e do giro financeiro em estoque, uma vez que o hospital passa a ter menos capital empregado para manter o estoque, pois o sistema faz composição precisa, evitando a compra e excessos e o consequente desperdício“, conclui Roberto.

A contribuição que a Logística e Gestão hospitalar vem oferecendo para o setor é muito grande. E tem chamado atenção, principalmente, pelos resultados que proporcionam, já que a maior dificuldade de quem gerencia este processo não está na compra dos materiais, mas no monitoramento do estoque e armazenagem correta desses medicamentos. Por isso, contar com o apoio de Empresas de Armazenagem e Logística hospitalar tem sido fundamental para garantia de uma boa gestão. Se a sua empresa ainda não possui um parceiro de confiança para cuidar do Transporte de Medicamentos e toda a Logística de Farmácia da unidade hospitalar, conheça a RV Ímola, que possui uma composição única com excelentes soluções em diferentes segmentos da cadeia logística. Além de contar com um time de profissionais capacitados para oferecer melhorias contínuas e redução de custos aos nossos clientes. Para saber mais, entre em contato com a gente!

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística de Medicamentos ajuda a combater desperdícios em hospitais
Logística de Medicamentos ajuda a combater desperdícios em hospitais

Logística de medicamentos está muito além do conceito de atividades relacionadas ao controle de fluxos de materiais.

Nos hospitais e farmácias, a logística de medicamentos detém total responsabilidade por garantir que os medicamentos sejam disponibilizados de forma adequada, segura e eficiente. E mesmo diante dos desafios do setor, o Brasil tem experimentado um aumento de demanda considerável nos últimos anos. Estima-se que são movimentados mais de US$ 100 bilhões anualmente nas iniciativas pública e privada mundialmente. Estatísticas apontam que os resultados são tão positivos, que países da América do Sul também estão adotando esta prática, a fim de reduzirem desperdícios nos hospitais.

Aqui no Brasil, atestamos que mesmo atravessando um período em que a grave crise fiscal tem afetado os diversos setores da economia, dentre eles, o de saúde, muitas empresas estão percebendo, cada vez mais, a necessidade de otimizarem a administração dos recursos para focarem no seu core business.

A Salomão Zoppi Diagnósticos, por exemplo, vivencia os benefícios com a Gestão de Logística Hospitalar desde 2016, em suas 11 filiais. “Estávamos crescendo e identificamos a necessidade de armazenar uma quantidade cada vez maior de medicamentos que necessitavam condições ideais para garantir a sua eficácia. Para operar isso internamente teríamos que investir em mais câmaras frias, contratação de pessoas, o que levaria tempo e um custo alto. Assim, decidimos pela RV Ímola que já tinha tudo isso”, afirma Filipe Dal Molin, Superintendente de Supply Chain da Salomão Zoppi.

Desta forma, a iniciativa em terceirizar a logística hospitalar tem sido uma prática cada vez mais recorrente das empresas em que o objetivo é reduzir custos e focar no seu core business, afinal, a contratação de uma empresa de gestão logística hospitalar garante mais segurança e efetividade nos resultados alcançados.

Sobre a RV Ímola

A RV Ímola é um operador logístico hospitalar que possui total expertise no que diz respeito a armazenagem, transporte e logística. Com habilidades peculiares, a empresa oferece as melhores soluções dos mais variados segmentos da cadeia logística, principalmente quando o assunto envolve transporte de medicamentos, logística e gestão hospitalar. Com um time de especialistas e profissionais, a empresa propõe melhorias contínuas e redução de custos aos seus clientes, tudo para garantir serviços de máxima qualidade e excelência. Visite o site e conheça as soluções.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

DESEJA SABER MAIS SOBRE NOSSOS SERVIÇOS?