Tag Archives: logística e gestão hospitalar

Logística Hospitalar: dois modelos de atuação
Logística Hospitalar: dois modelos de atuação

A logística hospitalar tem aprimorado bastante os seus modelos de atuação.

Por este motivo, destacamos dois modelos de logística hospitalar para que você possa avaliar o que melhor se adequa para a sua empresa:

Análise, programação e estudo de fluxo

O fluxo é uma das partes mais importantes para a gestão de logística hospitalar. É preciso pensar no fluxo de pacientes em diferentes períodos, tais como: festas, feriados prolongados, alta estação ou acidentes imprevistos. Essa projeção é responsável pela qualidade e também agilidade do atendimento.

Com o fluxo organizado e bem planejado, o hospital tem em vista uma gestão eficiente de equipe:  enfermeiros, médicos e outros profissionais de suporte estão sempre presentes atendendo demandas sem erro ou falta.

O fluxo da logística de medicamentos também está diretamente relacionado com o estoque de dosagens e insumos. A estocagem de materiais, quando não é feita no fluxo correto, tem grandes chances de resultar em perda por extravio, mau uso ou vencimento da validade.

É preciso pensar no fluxo também para programar o transporte de medicamentos e insumos. A estocagem deve ser feita pensando na usabilidade dos produtos e no tempo de validade de cada um.

Impacto econômico

O segundo modelo de logística e gestão hospitalar está relacionado com o impacto econômico positivo que esse sistema traz para a instituição.

Falando de equipe, quando temos funcionários ociosos por grandes períodos de tempo, isso representa perda para o hospital. A instituição está dispondo de diárias desnecessárias, podendo investir esses valores em melhorias do espaço, produtos, equipamentos, etc. Quando falamos em ociosidade, referimo-nos aos escalonamentos de equipes sem planejamento estratégico.

O impacto econômico positivo que um sistema de logística bem elaborado traz para as instituições é grande. É preciso pensar em empresas de armazenagem e transporte de medicamentos controlados. A terceirização desse serviço traz uma economia com equipe, equipamentos, estrutura e outros quesitos.

Além disso, o transporte refrigerado, sempre dentro das normas da Anvisa, diminui consideravelmente o risco de extravio de medicamentos e insumos.

A RV Ímola é uma empresa de logística hospitalar e transporte medicamentos refrigerados com gerenciamento de risco e outras soluções inteligentes para a sua empresa. Entre em contato com nossa equipe e conheça mais dos nossos serviços.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

 

Logística hospitalar: 5 benefícios da terceirização
Logística hospitalar: 5 benefícios da terceirização

Logística hospitalar terceirizada também gera diversos benefícios para uma empresa.

Quando bem planejada, a terceirização de serviços facilita bastante a dinâmica e o orçamento de algumas empresas. Na logística hospitalar, esse processo contribui para prever e evitar problemas como extravio de medicamentos, desperdícios de produtos, etc.

Além dos benefícios acima, a logística hospitalar também traz outras vantagens para a sua instituição. Conversaremos mais um pouco sobre elas.

1 – Simplificação de processos

É preciso sempre otimizar os processos. O transporte de medicamentos, por exemplo, não pode ocorrer sem um planejamento e gerenciamento de risco. Além de gerar custos, ainda requer uma estrutura hábil e completa, demandando tempo e dinheiro. A terceirização da logística hospitalar traz exatamente isso: um transporte eficiente, rápido e dentro das regras da Anvisa e sem custos muito elevados.

2 – Conhecimento específico da área contratada

Você está contratando uma empresa com know-how, o que já lhe permite a correção de algumas falhas em processos e outras questões de logística e gestão hospitalar. Diversos pontos também podem ser aprimorados durante o contrato de logística hospitalar. Além disso, você terá a tranquilidade de ter seus produtos nas mãos de profissionais capacitados e especialistas na área.

3 – Uso de equipamentos de tecnologias avançadas

O transporte de medicamentos controlados, por exemplo, não pode ser realizado por qualquer tipo de veículo. É preciso seguir as regras da Anvisa, com baús isotérmicos e refrigeração entre 2 e 8 graus. Isso permite que a qualidade e a eficiência dos produtos sejam mantidas.

A terceirização facilita o uso de veículos dentro desse padrão e constituído de tecnologias avançadas. Além de garantir a qualidade dos produtos, você ainda economiza com a compra de frotas.

4 – Redução considerável de custos

Sabemos que a redução de custos foi comentada aqui algumas vezes. Ela é, provavelmente, o maior fator pelo qual você vai contratar empresas de transporte de medicamentos. Contudo, queremos ressaltar também a redução em relação à substituição dos custos fixos por custos variáveis.

Você só gasta quando vende. Isso significa que só precisará custear o transporte de medicamentos refrigerados quando tiver entregas para realizar. Voltamos ainda para a redução com frota e funcionários para exercer essa função, como foi citado mais acima.

5 – Atendimento ao cliente mais personalizado

Com todas as vantagens acima, você terá muito mais tempo para gerir o atendimento ao seu cliente. A personalização dos serviços tem sido um grande diferencial, principalmente para pequenas instituições. Vale reavaliar o que é possível melhorar, principalmente relacionado às questões que não necessitam de investimento, como clima organizacional, padronização de call center, etc.

A RV Ímola é uma empresa de logística hospitalar e logística farmacêutica que tem foco em uma terceirização eficiente e completamente otimizada. Você pode conhecer todos os nossos processos no site ou entrar em contato direto com um de nossos consultores.

Veja também outras dicas em nossa página no Facebook!

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística e Gestão Hospitalar: benefícios e desafios para o setor
Logística e Gestão Hospitalar: benefícios e desafios para o setor

Logística e Gestão Hospitalar vêm crescendo dia após dia no setor da saúde pública e privada.

Embora sejam importantes peças do quebra-cabeça, a Logística e Gestão Hospitalar ainda têm muitos desafios pela frente, como processos burocráticos e licitatórios, nas organizações públicas; e cultura organizacional, nas instituições privadas. Entretanto, não é difícil de compreender que uma atuação estratégica e personalizada seja capaz de promover resultados satisfatórios na receita, além da otimização do espaço e da garantia de mais segurança para o hospital e para o próprio paciente.

Manter o estoque atualizado e bem gerenciado é um processo que, além de envolver muito comprometimento, requer tempo e um dos fatores que interferem no desempenho destas instituições é justamente o controle deste tempo. Por vezes, os processos de licitações, que são bastante burocráticos no setor público, não atendem em tempo satisfatório os prazos de entrega e a reposição dos produtos, o que pode ocasionar déficit na cobertura de medicamentos e insumos e/ou a aquisição de um estoque em maior quantidade, justamente com o receio da perda de prazos, com risco de desperdício pela expiração do prazo de validade dos medicamentos.

Nas organizações privadas, a cultura adotada pela empresa, às vezes, impede de enxergar o quanto a logística terceirizada é eficaz para que concentre sua expertise no seu core business, o cliente (paciente), enquanto a empresa de logística hospitalar coordena todo o processo de gestão logística, desde a aquisição dos produtos até a expedição aos centros de custos e aos pacientes.

A RV Ímola, empresa especializada em logística hospitalar, entende que as empresas, tanto da iniciativa pública quanto da iniciativa privada, têm muito receio em terceirizar este serviço e não é para menos, afinal o que está em jogo são vidas. Por isso, desenvolvemos um material que explica os cuidados que deverá tomar ao escolher seu parceiro logístico.

Baixe nosso e-book aqui e veja os benefícios que seu negócio poderá ter ao terceirizar com uma empresa de logística hospitalar.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística Hospitalar: dicas para uma gestão eficiente
Logística Hospitalar: dicas para uma gestão eficiente

 

Logística hospitalar já representa um importante avanço no cenário da saúde, devido a sua alta capacidade estratégica de armazenar materiais.

Sendo um assunto bastante discutido na atualidade, os altos custos provocados pela administração ineficiente têm levado líderes e gestores a repensarem, com urgência, um modelo prático que otimize a gestão de clínicas e hospitais, trazendo melhorias tanto para a instituição, quanto para o paciente. E a logística hospitalar tem sido a melhor escolha, onde seu principal benefício está  na redução de custos na aquisição, movimentação e armazenagem de medicamentos e insumos, uma vez que a atividade garante maior controle de estoque, assegurando o produto certo, no momento certo, para o paciente certo, eliminando falta ou excesso de materiais.

Se por um lado há uma preocupação com os custos, por outro é preciso estar atento aos cuidados com a saúde. Para que a gestão de logística hospitalar se torne ainda mais eficiente, algumas iniciativas podem ser fundamentais para suprir, de forma rápida, as necessidades de uma organização. Vejamos:

Mapeamento de processos

Entender todo o sistema que rege a logística e gestão hospitalar, desde o planejamento das compras de medicamentos até a chegada ao consumidor final – paciente – , pode auxiliar na otimização e redução dos custos nas duas pontas: materiais e pessoas. Por isso, comece pelo planejamento, construa todo o fluxo, envolva a equipe, identifique os déficits, até que consiga reestruturar todo o processo e, por fim, reestruture o sistema, se houver necessidade.

Preparo do centro de distribuição

Medicamentos e insumos hospitalares devem ser armazenados com alto controle e rigidez, tendo em vista que são materiais perecíveis. Por esse motivo, estar atento aos detalhes pode fazer toda a diferença para a logística farmacêutica.  O ambiente deve estar sempre climatizado, na temperatura correta; assim como a organização dos materiais ser com total precisão, a fim de que não percam a validade. Uma boa dica de organização, por exemplo, é procurar colocar na prateleira da frente os medicamentos que mais são utilizados.

Mantenha laços com fornecedores

O fortalecimento de vínculos com fornecedores pode garantir reforço na eficiência da gestão logística de medicamentos, tendo em vista as possibilidades de manobras conjuntas que podem ser realizadas, em caso de  contratempos que possam surgir no meio do caminho da cadeia produtiva. Integrar o sistema que controla o estoque de medicamentos ao sistema de estoque de vendas do fornecedor otimiza pedidos e assegura abastecimento frequente. Esse tipo de logística pode evitar, por exemplo, o esquecimento de pedido por parte do funcionário que fica responsável pelo almoxarifado. Uma outra dica fundamental são as pesquisas em portais de compras como caminhos alternativos para pleitear melhores ofertas e prazos.

Uso da tecnologia a favor dos processos   

Explorar as facilidades propostas uso da tecnologia aumenta a eficiência de toda e qualquer empresa de logística hospitalar. Quando o sistema é integrado, o processo de comunicação é muito mais assertivo entre os setores e agiliza o trabalho de todas as equipes, o que garante aumento efetivo na produtividade e redução de falhas humanas. Sem contar que fica mais fácil e prático de monitorar  entrada e saída de medicamentos, através de rastreamento.

Uma outra sugestão também é o investimento em logística reversa, que possibilita reaproveitar medicamentos e insumos não utilizados na unidade origem para outras unidades médico-hospitalar. Formar parcerias com iniciativas públicas e privadas é uma ótima alternativa para manter a circulação desses medicamentos, suprindo a necessidade de toda população.

E, por fim, acompanhar os indicadores de desempenho é fundamental para garantir uma logística eficaz. Estipular metas de redução de custos com desperdícios, metas de qualidade na realização dos pedidos, agilidade nos processos internos são alguns caminhos que podem contribuir na otimização da gestão logística.

Esperamos que essas dicas proporcionem, de forma considerável, melhoria na eficiência dos processos. Se ainda assim não forem suficientes, busque auxílio de empresa especializada no assunto. A RV Ímola entende bem deste processo. Com todo know-how em logística hospitalar, a organização oferece as melhores soluções do mercado aos seus clientes, com melhor custo-benefício. Visite o site e conheça nossos serviços.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

 

E-BOOK: Saiba como escolher com segurança o parceiro ideal para terceirizar a Gestão Logística do seu hospital
E-BOOK: Saiba como escolher com segurança o parceiro ideal para terceirizar a Gestão Logística do seu hospital

A escolha de um parceiro para atuar na logística de abastecimento de um hospital é um fator decisivo para que todos os resultados sejam alcançados. Delegar essa função de abastecimento e distribuição de medicamentos a terceiros é um passo bastante complexo e requer muita prudência.

Pensando no desafio que é delegar a função de abastecimento e distribuição de medicamentos de um hospital, desenvolvemos um e-book para lhe ajudar.

 

Veja o que você vai encontrar nele:

  • Logística hospitalar – um conceito que vai muito além de transporte de insumos médicos
  • Saiba como escolher com segurança um parceiro na hora de terceirizar a gestão logística do seu hospital
  • Entenda como pequenas ações na gestão de insumos e medicamentos são capazes de gerar grandes economias
  • O que você ganha com isso?
  • Case: Conheça como um dos maiores centros de diagnóstico do Brasil escolheu seu parceiro logístico

 

Baixe agora nosso e-book, clicando aqui, e entenda como iniciar esse processo.

Logística Hospitalar: decisão inteligente para a saúde e para o bolso
Logística Hospitalar: decisão inteligente para a saúde e para o bolso

Logística Hospitalar tem sido a principal aliada de gestores da área da saúde que visam melhoria da prestação de serviços, soluções customizadas e redução de desperdícios.

Sendo responsável por marcar importantes mudanças para o cenário, a Logística Hospitalar tem ganhado cada vez mais espaço no mercado, devido à transparência e segurança que vem conferindo aos processos. Para o presidente da RV Ímola, Roberto Vilela, a Logística de Medicamento representa sinônimo de evolução para o setor: “A ponta da cadeia não pode demandar a compra de remédios. Quem tem que demandar é o gestor”, afirma o presidente, em entrevista concedida à Revista Mundo Logística.

Para garantir mais confiança e compromisso com a saúde, a atividade preza por inúmeros cuidados e particularidades, que vão desde as diversas regulamentações a auditorias internas e externas. “É uma área que exige inovação e adaptação às novas demandas e todas elas devem ser auditadas para nos certificarmos da qualidade. Na RV Ímola, temos área de qualidade composta por profissionais especializados na área da saúde e que atuam em cima de todas as operações. São pessoas que auditam, assinam e entendem do processo da saúde. Também temos empresas terceirizadas que realizam a nossa auditoria”, afirma Vilela.

A tecnologia como principal aliada

Um outro fator que pesa na escolha pela Gestão de Logística Hospitalar é o apoio de software inteligente capaz de gerenciar a gestão incorreta dos medicamentos, tendo em vista que 20% dos gastos na receita do hospital vem da má administração de materiais e insumos, além de descarte de medicamentos vencidos, segundo dados da OMS. A RV Ímola, por exemplo, criou uma tecnologia capaz de acompanhar a movimentação de cada medicamento, monitorando em tempo real a entrada e saída dos mesmos do estoque. “A partir do uso da tecnologia, fazemos a identificação unitária de todos os remédios que entram na unidade de saúde. Nela, os remédios são armazenados em estoques geridos por nós e cada unidade retirada do armazém é rastreada de forma que conseguimos fazer o acompanhamento até a entrega ao paciente. Com isso, torna-se impossível o sumiço de remédios dentro dos hospitais, um dos grandes vilões em desperdício de gastos nessas instituições (…) O resultado é a redução de custos e do giro financeiro em estoque, uma vez que o hospital passa a ter menos capital empregado para manter o estoque, pois o sistema faz composição precisa, evitando a compra e excessos e o consequente desperdício“, conclui Roberto.

A contribuição que a Logística e Gestão hospitalar vem oferecendo para o setor é muito grande. E tem chamado atenção, principalmente, pelos resultados que proporcionam, já que a maior dificuldade de quem gerencia este processo não está na compra dos materiais, mas no monitoramento do estoque e armazenagem correta desses medicamentos. Por isso, contar com o apoio de Empresas de Armazenagem e Logística hospitalar tem sido fundamental para garantia de uma boa gestão. Se a sua empresa ainda não possui um parceiro de confiança para cuidar do Transporte de Medicamentos e toda a Logística de Farmácia da unidade hospitalar, conheça a RV Ímola, que possui uma composição única com excelentes soluções em diferentes segmentos da cadeia logística. Além de contar com um time de profissionais capacitados para oferecer melhorias contínuas e redução de custos aos nossos clientes. Para saber mais, entre em contato com a gente!

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Gestão de Logística Hospitalar melhora os resultados financeiros
Gestão de Logística Hospitalar melhora os resultados financeiros

Gestão de Logística Hospitalar é a decisão mais inteligente a ser tomada por gestores que buscam eficiência operacional e melhoria da receita.

E o motivo está na otimização da organização da cadeia de suprimentos que uma eficiente Gestão de Logística Hospitalar pode propor para o setor. Responsável por promover eficácia na administração de insumos e medicamentos, reduzindo desperdícios e impactos negativos na receita, a prática é de extrema relevância para o crescimento do hospital, embora muitos desafios pela frente ainda precisem ser alcançados. Um deles está na necessidade de introduzir na cultura dos profissionais de almoxarifados e equipes que lidam diretamente com esta rotina o valor que a implementação desse tipo de serviço pode proporcionar para o ambiente.

Nos últimos anos tem se observado que a prática da gestão profissional nesse segmento ainda é muito desprezada. E isso preocupa, uma vez que 50% do custo efetivo de uma instituição hospitalar está relacionado a insumos e medicamentos. Pelo menos 40% da receita médica origina-se desses materiais, o que exige uma gestão extremamente assertiva. Caso contrário, a ineficácia da administração pode comprometer diretamente o lucro da empresa, principalmente, por falta de logística na indústria farmacêutica.

Além disso, percebe-se também que a maior parte do erro da administração está na falta de foco para este tipo de ação, sendo a logística o último item da lista a receber atenção devida por parte dos gestores. A ausência de profissionais bem qualificados, com formações específicas, a falta de tecnologia avançada, com software de qualidade e carência de infraestrutura para armazenagem adequada são os principais fatores que contribuem na falha da gestão hospitalar.

Por isso, um dos caminhos para se resolver esses gargalos da logística de medicamentos sem dúvidas, é a quebra de uma arcaica cultura que muitos líderes e gestores ainda insistem em manter: profissionais que não estão preparados o suficiente para administrar um estoque complexo como o hospitalar, continuem nesta função.

É importante ressaltar que a logística e gestão hospitalar está além do conceito de administração de materiais e medicamentos, uma vez que estudos apontam que entre 35% a 50% dos custos de uma organização de saúde da iniciativa privada está relacionado à administração de estoque. A gestão responsável envolve todo um aparato que vai desde o controle dos papéis utilizados pela instituição no setor administrativo à administração de materiais complexos que suprem os centros cirúrgicos.

Quando se possui uma logística adequada do estoque, um dos maiores problemas é eliminado logo de cara: redução de desperdícios que, na maioria das vezes, ocorre por materiais e medicamentos vencidos e abastecimentos emergenciais. Um bom planejamento do estoque e do sistema de compras proporciona redução dos custos operacionais e, consequentemente, aumento do faturamento. Por isso, confiar este trabalho à empresas especializadas no assunto, é a decisão mais sábia para melhorar os resultados das instituições, já que o foco destas companhias está totalmente voltado para o suprimento das necessidades citadas.

A RV Ímola, por exemplo, é uma empresa de logística hospitalar que está no mercado há anos, apresentando as melhores soluções no que diz respeito a planejamento de compras, recebimento, armazenagem, unitarização, separação e abastecimento de todos os pontos de consumo dentro do hospital. Vale a pena conhecer essas e outras soluções. Para saber mais, entre em contato com a gente.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística de Medicamentos ajuda a combater desperdícios em hospitais
Logística de Medicamentos ajuda a combater desperdícios em hospitais

Logística de medicamentos está muito além do conceito de atividades relacionadas ao controle de fluxos de materiais.

Nos hospitais e farmácias, a logística de medicamentos detém total responsabilidade por garantir que os medicamentos sejam disponibilizados de forma adequada, segura e eficiente. E mesmo diante dos desafios do setor, o Brasil tem experimentado um aumento de demanda considerável nos últimos anos. Estima-se que são movimentados mais de US$ 100 bilhões anualmente nas iniciativas pública e privada mundialmente. Estatísticas apontam que os resultados são tão positivos, que países da América do Sul também estão adotando esta prática, a fim de reduzirem desperdícios nos hospitais.

Aqui no Brasil, atestamos que mesmo atravessando um período em que a grave crise fiscal tem afetado os diversos setores da economia, dentre eles, o de saúde, muitas empresas estão percebendo, cada vez mais, a necessidade de otimizarem a administração dos recursos para focarem no seu core business.

A Salomão Zoppi Diagnósticos, por exemplo, vivencia os benefícios com a Gestão de Logística Hospitalar desde 2016, em suas 11 filiais. “Estávamos crescendo e identificamos a necessidade de armazenar uma quantidade cada vez maior de medicamentos que necessitavam condições ideais para garantir a sua eficácia. Para operar isso internamente teríamos que investir em mais câmaras frias, contratação de pessoas, o que levaria tempo e um custo alto. Assim, decidimos pela RV Ímola que já tinha tudo isso”, afirma Filipe Dal Molin, Superintendente de Supply Chain da Salomão Zoppi.

Desta forma, a iniciativa em terceirizar a logística hospitalar tem sido uma prática cada vez mais recorrente das empresas em que o objetivo é reduzir custos e focar no seu core business, afinal, a contratação de uma empresa de gestão logística hospitalar garante mais segurança e efetividade nos resultados alcançados.

Sobre a RV Ímola

A RV Ímola é um operador logístico hospitalar que possui total expertise no que diz respeito a armazenagem, transporte e logística. Com habilidades peculiares, a empresa oferece as melhores soluções dos mais variados segmentos da cadeia logística, principalmente quando o assunto envolve transporte de medicamentos, logística e gestão hospitalar. Com um time de especialistas e profissionais, a empresa propõe melhorias contínuas e redução de custos aos seus clientes, tudo para garantir serviços de máxima qualidade e excelência. Visite o site e conheça as soluções.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

Logística Hospitalar: conheça as vantagens de terceirizar este serviço
Logística Hospitalar: conheça as vantagens de terceirizar este serviço

Logística hospitalar é uma prestação de serviços essencial para a redução de custos e a otimização da produção da organização.

Estima-se que os serviços terceirizados nesta área crescem até 20% ao ano. Por este motivo, a importância de sua adesão vem ganhando, cada vez mais, notoriedade no mercado. Mas você sabe como funciona a terceirização dos serviços de logística hospitalar?

A logística hospitalar é responsável por cuidar de todo o processo que envolve a aquisição, a armazenagem e o fluxo do produto até o seu consumo, visando a acuracidade do estoque, a rastreabilidade dos produtos e a diminuição dos custos de compras e de perdas dos mesmos. Esta iniciativa promove melhorias no que tange os processos internos da companhia, levando à redução de gastos e à otimização da produção, até chegar ao consumidor final. Esta é uma das diversas vantagens que estão levando as organizações a terceirizarem a logística e gestão hospitalar.

Na prática, a logística de medicamentos passa pelas seguintes etapas: inicialmente, ocorre a verificação de estoque, para ratificar as necessidades de compras dos medicamentos, bem como sua respectiva quantidade, a fim de evitar desperdício ou falta. O recebimento dos produtos, é efetuado por profissionais da área de logística, seguindo as especificações das ordens de compra emitidas pelo sistema integrado. O armazenamento só é realizado, após rígida conferência dos lotes e validade dos medicamentos, que após sua identificação passam pelo processo de unitarização. A estocagem é realizada com a separação de cada um dos lotes, por meio de alto padrão de controle, observando sempre as condições de armazenagem, qualificando, desta forma, a etapa que se segue: a distribuição. A distribuição pode ser interna ou externa. Em ambas as expedições o processo é realizado através de processos automatizados, que garantam a acuracidade e o controle do processo. Para abastecimentos externos, os produtos são encaminhados por meio de transportes específicos, sendo monitorados em todo o seu percurso, até o seu destino final, com protocolo automático do recebimento pelo usuário.

Vale ressaltar que a gestão de logística hospitalar é um setor tão relevante para o mercado que, frequentemente, passa por rigoroso controle de qualidade por parte do governo. Por serem cargas valiosas e frágeis, as empresas de transporte de medicamentos devem seguir normas e procedimentos à risca. Algumas delas são decisivas para o bom funcionamento do setor. São elas:

  • monitoramento contínuo;
  • veículo climatizado, para manutenção da armazenagem sob total controle;
  • depósitos que funcionem 24 horas por dia para casos de emergências;
  • Softwares seguros e eficientes para controle de medicamentos.

Hoje, infelizmente, o setor de saúde ainda registra grandes perdas de remédios e insumos. A RV Ímola, empresa especialista em logística e gestão hospitalar já chegou a reduzir mais de 70% destas perdas, com a implementação dos seus serviços.

Com total experiência em logística de medicamentos para hospitais e laboratórios, a RV Ímola assegura distribuição e armazenamento, sempre respeitando normas e exigências contidas na lei.

Por meio de uma logística eficiente, realiza cuidadosamente todas as etapas que envolvam a gestão hospitalar, desde o planejamento de compras, até o abastecimento de todos os produtos consumidos no hospital, incluindo o recebimento, armazenagem, unitarização , separação e entrega dos mesmos, até o consumo dos pacientes.

Para saber mais, entre em contato com a gente!

Clique aqui e curta nossa página no Facebook.

Para mais notícias, clique aqui.

DESEJA SABER MAIS SOBRE NOSSOS SERVIÇOS?